quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cras realiza festa do Programa de Acompanhamento Integral

Texto e foto: Camila Graziela

Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro São José, realizou, na tarde desta quarta-feira (15), uma confraternização para o grupo Paif (Programa de Acompanhamento Integral a Família) em razão ao Dias das Mães, comemorado no último dia 12. O evento contou com a participação de 20 mulheres.




De acordo com a psicóloga e técnica responsável pelo grupo, Vivian Cristina Britto Rosa, o grupo é formado por famílias em estado de vulnerabilidade de risco pessoal e social, com os vínculos fragilizados. Segundo a psicóloga, o acompanhamento destas famílias- por se tratar de um grupo de medida de proteção- era realizado individualmente, e percebeu a necessidade de desenvolver atividades grupais.

“Com atividades em grupo, nós conseguimos atender a um número maior de pessoas, permitindo, assim, que eles compartilhem experiências, fortalecendo vínculos na comunidade na qual estão inseridas”, enfatizou.




Durante o encontro, foram desenvolvidas diversas atividades, entre elas, uma dinâmica onde cada pessoa recebeu um coração vazio e dentro deste coração foi feito colagem de figuras que representam o que cada uma possui dentro de seu próprio coração. Após as atividades cada uma recebeu uma lembrancinha. Foram servidos bolo, salgadinhos e refrigerantes.

Dentre as mães presentes, estava dona Neli Shirley Marques Rodrigues, um exemplo de mulher e mãe. Ela tem um filho de 15 anos, portador de uma doença rara, chamada distrofia muscular de Duchene. A doença causa distrofia muscular e compromete vários órgãos, o menino parou de andar aos oitos anos de idade e vive sob os cuidados da mãe. Ela conta que mesmo tendo anulado sua vida para se dedicar ao filho, é muito feliz e realizada como mãe. 

“Ser mãe do Igor, para mim, é muito gratificante. Porque ele me inspira muito, ele tem uma força interior tão grande... Não reclama de nada, é uma pessoa calma, esta sempre sorrindo. Eu queria muito ser mãe, eu tive ele (Sic) aos 39 anos, valeu muito a pena, porque hoje sou realizada como mãe”, declarou .

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------


Um comentário:

Caio Oleskovicz disse...

Olá. Muito boa a postagem, achei extremamente relevante a abordagem do tema.

Se me permite, gostaria de fazer um pequeno merchan: http://criticasobvias.blogspot.com.br/

Neste blog, trato de questões como ética, humanismo e assistência social.

Agradeço a leitura e quaisquer comentários,
Caio