quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Visita técnica é iniciada no Residencial Beatriz

Texto: Camila Graziela

Na manhã desta quinta-feira (29) a secretária de Assistência Social, Marta Dourado, juntamente com a ex-secretária Cidinha Lacerda e a comissão especial de vereadores que acompanha a execução do programa “Minha Casa, Minha Vida no município, acompanharam a visita técnica feita pelos futuros moradores do Residencial Beatriz.




------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Cras Central inicia curso de pintura em tecido de seda

Texto e foto: Camila Graziela

As mulheres irão aprender a técnica Tie Dye, que vem de um termo inglês e, literalmente, significa Amarrar e Tingir
A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), desenvolve diversas ações para a comunidade com a finalidade de promover autonomia, autossuficiência e auxiliar na geração de renda, principalmente das mulheres. E um dos equipamentos disponíveis para a comunidade são os cinco Cras (Centro de Referência de Assistência Social).
O Cras do Centro, por exemplo, iniciou nesta sexta-feira (23), um curso gratuito de pintura em tecido (este, especificamente para a seda). Com capacidade para 15 vagas, o curso terá três meses de duração e as aulas ocorrerão toda sexta-feira no período da manhã, sendo quatro horas/aula por semana. 
TÉCNICA
A coordenadora Silvana Cristina Rizzato explica que, no curso, as mulheres irão aprender a técnica Tie Dye, que vem de um termo inglês e, literalmente, significa Amarrar e Tingir. “É uma técnica de tingimento que consiste em bloquear o acesso das tintas à determinadas partes do tecido, criando inúmeros padrões diferentes de desenhos, apenas alterando a forma de amarrar , amassar ou envolver o tecido”, esclarece Silvana. 
Ainda segundo a coordenadora, serão desenvolvidas diversas técnicas utilizando como recursos o sal grosso, o açúcar e a guta (um tipo de cola), onde as alunas poderão produzir echarpes, cangas, telas, souplats (apoio de prato), entre outros. 
“As alunas poderão aplicar esta técnica em bolsas, roupas, objetos de decoração e onde mais a criatividade permitir. Elas adoraram o primeiro dia de aula, tanto que já produziram e ficaram bastante satisfeitas com o resultado”, comentou.


------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Crianças do Peti visitam crianças da Apae

Texto e foto: Camila Graziela

Passeio faz parte do projeto “Respeito, sim; preconceito, não”, que aproxima os jovens de outras realidades


Na tarde desta quinta-feira (22), as crianças e os adolescentes do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) visitaram a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Araçatuba. A ação faz parte do projeto “Respeito sim, preconceito não”, iniciado neste semestre pela direção do programa.

De acordo com o coordenador Edson Neves Terra Júnior, o projeto tem como objetivo levar os integrantes do Peti para conhecer espaços que apresentam a diversidade.



“A ideia é quebrar o preconceito e fazer com que nossas crianças e adolescentes entendam que todos nós temos limitações. E também é uma forma de combater o bullying. E, com isso, fazer com que as crianças do Peti convivam melhor com outras pessoas, sejam portadoras de deficiência ou não”, disse Terra Júnior.

Ainda segundo o coordenador, este projeto vai ao encontro dos objetivos do Programa, que é promover o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos. Ele acrescenta, também, que será desenvolvida uma atividade após a visita.

“Após a visita, realizamos reunião com as crianças, na qual iremos abordamos o tema e onde elas podem tirar dúvidas e relatarem sobre a percepção que tiveram com a visita e o que ficou de lição”, comentou.





A VISITA
Durante a visita as crianças conheceram a escola da associação e o CAE (Centro de Apoio Especializado), onde são realizadas a terapia ocupacional, a fisioterapia e a fonoaudiologia e as oficinas socioeducativas onde as crianças desenvolvem aulas como artesanato, dança, entre outras.

O ponto alto da visita ficou por conta da aula de expressão corporal, onde três usuários deram um ‘show’. Eles fizeram uma pequena apresentação de hip hop (dança de rua). De acordo com a professora Rosângela da Silva, a aula de expressão corporal trabalha noção espacial, lateralidade, ritmo e memorização. E que a dança apresentada foi desenvolvida e criada pelos garotos.



Para a garota do Peti de 11 anos, a experiência foi divertida e valeu a pena. “Eu achei muito interessante porque tive oportunidade de ter contato com pessoas que não conseguem falar ou andar. Eu aprendi que, mesmo com dificuldade, eles conseguem desenvolver atividades”, disse. A Apae atende cerca de 520 usuários portadores de deficiência intelectual e múltipla.


------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Araçatuba tem espaço de acolhimento para idosos

Texto e foto: Camila Graziela
Centro tem a finalidade de acolher idosos do município que vivem em situação de vulnerabilidade social


 O CCI (Centro de Convivência do Idoso) é um espaço de atendimento e convivência social, e visa a melhoria das relações sociais e afetivas do idoso, sua saúde e sua autoestima, melhorando, assim, sua qualidade de vida, por meio de assistência médica e psicológica, além de atividades complementares como dança, artesanato e educação física. 

Inaugurado pela Prefeitura de Araçatuba em maio deste ano, o centro é mais um equipamento gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), e tem a finalidade de acolher idosos do município que vivem em situação de vulnerabilidade social. Localizado na rua Jovita Militão Bonfim, 66, no bairro Chácaras Arco-íris, o local tem capacidade para atender 50 pessoas, com mais de 60 anos de idade, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. 


PROFISSIONAIS
A equipe do CCI é formada por 19 profissionais, incluindo psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeiro para acompanhar a medicação dos idosos, cuidadores, monitores de artesanato, ioga, dança e jogos, cozinheiro e serviços gerais. 
De acordo com a coordenadora Ana Clara Ninno Cestari, a alimentação do local é balanceada por uma nutricionista e o cardápio não se repete durante um mês. Os idosos recebem quatro refeições: café da manhã, lanche da manhã, almoço e lanche da tarde.

Para Marlene da Silva, 60 anos, o CCI mudou sua vida. “Eu tinha problema de coluna e depressão, depois que entrei aqui já estou diminuindo os remédios e não sinto mais dores, pelo contrário, me sinto muito disposta. Este espaço não pode fechar nunca”, disse Marlene, esbanjando satisfação com o local.
 LAZER E CONHECIMENTO
Já para seu João Nogueira da Silva, o local lhe proporciona lazer e conhecimento. Aos 68 anos de idade, ele conta que 62 deles foram dedicados ao trabalho e, por isso, não teve tempo para se divertir. 
“Minha vida mudou 80% devido ao pessoal daqui, porque antes eu ficava sozinho em casa e com o pessoal daqui a gente adquire conhecimento. Este local para mim é um lazer e com direito a aprendizado; só saio daqui se me arrastarem num trator, pois eu não vejo mais minha vida sem este lugar”, afirmou Silva. 
A Prefeitura investiu mais de R$ 104 mil na adaptação de uma antiga unidade escolar que deu lugar ao novo serviço. Atualmente, 14,11% da população de Araçatuba é formada por pessoas com mais de 60 anos, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Emoção marca sorteio de endereços do Residencial Beatriz

Texto e foto: Camila Graziela

Os contratos serão assinados no próximo dia 2, também no salão da Comunidade Evangélica 

A manhã desta terça-feira (20) foi marcada por muita emoção. É que centenas de pessoas realizaram o sonho de ter a casa própria. A Prefeitura de Araçatuba, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), fez o sorteio de endereços das 472 residências para as famílias beneficiadas com o Residencial Beatriz. Localizado no bairro São José, os imóveis foram construídos por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. 
O evento aconteceu no salão da Comunidade Evangélica, no bairro Santana, e reuniu aproximadamente 1,5 mil pessoas, entre cidadãos contemplados e familiares. Participaram do evento o prefeito Cido Sério; o vice-prefeito Carlos Hernandes; os vereadores Rivael Papinha e Cido Saraiva; a secretária de Assistência Social, Marta Dourado; representantes da Caixa Econômica Federal e da Lomy Engenharia, entre outras autoridades.
Na oportunidade, Marta Dourado destacou que este era o momento especial. “É com muita alegria que estou vendo, hoje, dezenas de famílias transformarem o sonho da casa própria em realidade. O Programa Minha Casa, Minha Vida é um marco e o maior na história do Brasil, o que nos leva a agradecer o ex-presidente Lula pela coragem da elaboração de políticas públicas para os mais pobres do país e pelo empenho do prefeito Cido Sério em trazer e efetivar este Programa em nosso município”, disse ela. 
Já Carlos Hernandes, agradeceu o empenho de toda equipe da Prefeitura, principalmente o grupo ligado à Secretaria de Assistência Social, que cuidou diretamente do processo de triagem das famílias. 
AGRADECIMENTO A DEUS

Na ocasião, Cido Sério iniciou sua fala pedindo para que todos os presentes erguessem as mãos para o céu dizendo “obrigado meu Deus”. Ele ressaltou o quanto é importante para as famílias ter suas casas e enfatizou que trabalha todos os dias para que os menos favorecidos vivam em uma Araçatuba mais justa. 
“Estamos aqui pela terceira vez para realizar o sonho de cada um de vocês. Sou muito grato a Deus em poder ser o prefeito que está realizando o sonho da casa própria, pois eu vim de uma família de sem terra. Nosso objetivo é ampliar o número de casas para a cidade e que todos cidadãos tenham direito à casa própria”, discursou o prefeito.
 CONTEMPLADA
Entre os contemplados estava Lucilene Cardoso de Oliveira, 31, mãe de uma menina de três anos de idade, portadora da Síndrome de Lennox Gastaunt. Ela conta que reside em uma casa emprestada e que ela está passando por reforma para ser vendida.  
“Quando recebi a carta eu não acreditei porque eu já estava desesperada sem saber para onde ir. Agora estou realizando o sonho de ter minha casa; eu só tenho que agradecer a Deus, ao prefeito Cido Sério, à Cidinha e à Marta Dourado, por terem realizado meu sonho", fala emocionada. 
Lucilene cuida da filha sozinha e não pode trabalhar porque a menina requer cuidados especiais o dia todo. Durante o evento, uma equipe da Secretaria de Educação esteve disponível para informações sobre reserva de vagas nas escolas em torno do residencial Beatriz. Houve, também, um espaço de recreação com monitores destinados para as crianças. 
CONTRATOS
Os contratos serão assinados no próximo dia 2, também no salão da Comunidade Evangélica. Cada casa tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro e área de serviço, sendo 37,5 m2 de área construída no valor de R$ 52 mil. As unidades habitacionais contaram, ainda, com sistema de aquecimento solar.
A construtora Lomy Engenharia foi a responsável pela construção do empreendimento. Trata-se do quarto conjunto de imóveis que faz parte do programa "Minha Casa, Minha Vida" para famílias com renda mensal de até três salários mínimos. Já foram construídas e entregues 1.584 casas desde o início do MCMV, nos residenciais Porto Real I e II e Atlântico I e II.
 ------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Famílias que vão morar no Beatriz conhecem endereços

Texto: Camila Graziela

Novo bairro é composto por 472 casas e foi construído pelo Programa Minha Casa, Minha Vida na avenida Água Funda



A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), realiza, nesta terça-feira (20), a partir das 8h, o sorteio de endereços para as famílias beneficiadas com casas do Condomínio Beatriz, construídas por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. As famílias serão recebidas na sede da Comunidade Evangélica de Araçatuba, que fica na rua Marcondes Salgado, 433, no Bairro Santana.

O novo bairro, destinado às famílias de baixa renda, é composto de 472 unidades e foi construído pelo Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) na avenida Água Funda, no bairro São José. O investimento é de R$ 24,5 milhões.

O empreendimento é composto de casas de dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. As unidades habitacionais contarão, ainda, com sistema de aquecimento solar. A construtora Lomy Engenharia foi a responsável pela construção do empreendimento. O valor de cada unidade é de R$ 52 mil.

Em Araçatuba, para esta faixa de renda, já foram construídas e entregues 1.584 casas desde o início do MCMV, nos residenciais Porto Real I e II e Atlântico I e II.



------------------------------------------------------------------------



Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Atendimento do Bolsa Família mudará de local

Novo prédio é bem amplo e passou por pequenas adequações, entre elas, a construção de rampas de acesso para cadeirantes 

Com o objetivo de melhorar a qualidade do ambiente de atendimento e oferecer maior espaço e acessibilidade, o Programa Bolsa Família de Araçatuba irá atender em um novo prédio ainda neste segundo semestre. Atualmente, os beneficiários são atendidos em um prédio localizado na praça do Relógio, antiga estação ferroviária. No município, são atendidas 20.301 famílias por meio deste programa. 
Localizado no cruzamento das ruas Bandeirantes e Floriano Peixoto, no centro, o novo prédio é bem amplo e passou por pequenas adequações, entre elas, a construção de rampas de acesso para cadeirantes e reformas nos banheiros. O novo local deve entrar em funcionamento entre final de agosto e início de setembro.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Ele integra o Plano Brasil sem Miséria, que tem como objetivo assegurar o direito humano à alimentação adequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional, além de contribuir para a conquista da cidadania pela população mais vulnerável à fome. 
EIXO
O Bolsa Família possui três eixos principais: transferência de renda, condicionalidades e programas complementares. A transferência de renda promove o alívio imediato da pobreza. As condicionalidades reforçam o acesso a direitos sociais básicos nas áreas de educação, saúde e assistência social. 
Já os programas complementares objetivam o desenvolvimento das famílias, de modo que os beneficiários consigam superar a situação de vulnerabilidade. A gestão do Bolsa família é descentralizada e compartilhada por União, estados, Distrito Federal e municípios. Os três entes federados trabalham em conjunto para aperfeiçoar, ampliar e fiscalizar a execução do Programa, instituído pela Lei 10.836/04 e regulamentado pelo Decreto nº 5.209/04.
------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Programa Lobato faz homenagem aos pais

Texto e foto: Camila Graziela

Na tarde desta quinta-feira (8), as crianças do Sítio Escola – Programa Lobato, realizaram algumas apresentações em homenagem ao ‘Dia dos Pais’. O evento aconteceu na sede onde funciona o projeto, que é gerido pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). As atividades foram acompanhadas por cerca de 50 pais.




A diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Márcia Moreira Lavoyer esteve presente. Após saudar todos os pais, ela ressaltou que o Programa está iniciando uma nova etapa, melhorando ainda mais o que já era bom, e falou também do quão importante é participar na vida dos filhos.
“Pai é uma figura muito importante na vida de um filho. Que em momento nenhum vocês pais percam a oportunidade de olhar para seus filhos com um olhar diferente, pois eles crescem muito rápido”, afirmou.



MOMENTO IMPORTANTE
De acordo com a coordenadora Camila Cancian, momentos como este é de extrema importância para aproximar ainda mais os filhos dos pais. “Este encontro de hoje, permite mostrar aos pais o que os filhos deles são capazes de fazer, seja no teatro, na música ou na confecção das lembrancinhas. E também aproxima os pais do programa, porque normalmente as mães é que participam mais”, explicou.



Durante o evento foram apresentadas três peças teatrais, todas sob o tema entre a relação de pai e filho. Foram elas: “A Ganância”, "O Melhor Presente” e “Pai e Futebol”. Após as encenações, houve apresentação musical da banda ‘Cavaleiros de Luz’, formada pelos meninos do sítio. A música cantada foi composta por um dos integrantes, de 11 anos.



Sob o título de ‘Pai’, o pequeno compositor conta que compôs a canção especialmente para a apresentação do dia dos pais. “Eu sempre me inspiro em alguém para compor, e esta música foi inspirada em mim mesmo, porque eu não conheço meu pai”, disse.

SONHO
Segundo o garoto, desde pequeno sonha em ser tornar cantor e que compôs sua primeira música aos cinco anos de idade. “Hoje eu tenho dez composições, e mais uma em mente. Agora eu quero aprender a tocar violão para conseguir fazer as notas das minhas músicas”, declarou.

Todos os pais receberam uma lembrancinha (porta lata térmico) confeccionada pelos próprios meninos nas aulas de arte. Ao final, foi servido o tradicional jantar. No cardápio: feijão gordo, arroz, lombo recheado, farofa, salada e sobremesa.




Leia a letra da música:

PAI

Queria que meu pai estivesse aqui do meu lado
Queria que meu pai me desse atenção, queria conhecer meu pai
Queria dizer o que eu sinto, mas meu pai aqui não está
Não... está... aqui
Pai, preciso de você
Pai, quero te conhecer

Queria que você me desse atenção
Queria sentir suas mãos
Por favor, fale comigo
Sinto saudades suas, meu velho amigo

Pai, preciso de você
Pai, quero te conhecer

Oh pai

------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------


quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Araçatuba comemora 7º aniversário da Lei Maria da Penha

Texto e foto: Camila Graziela

Entre janeiro e junho deste ano, o CRM fez 315 atendimentos às mulheres vítimas de violência
 A Prefeitura de Araçatuba, por meio do CRM (Centro de Referência da Mulher), que é um equipamento da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), em parceria com o Conselho Municipal da Mulher, promoveu, na manhã desta quarta-feira (7), encontro para comemorar o sétimo aniversário da “Lei Maria da Penha”. A lei ganhou este nome em homenagem à Maria da Penha Maia Fernandes que, por vinte anos, lutou para ver seu agressor preso.
O evento aconteceu no Teatro Castro Alves e contou com a presença do prefeito Cido Sério, das secretárias Marta Dourado (Assistência Social); Rafaella Garcia (Comunicação) e Kelli Cristina Cardozo (Participação Cidadã); dos secretários Antônio Carlos Ferreira (Turismo) e Kerlis Ribeiro de Camargo (Segurança); da presidente do Conselho da Mulher (Fernanda Luise) e da vereadora Beatriz Soares Nogueira.  Cerca de 200 pessoas estiveram presentes.
Na oportunidade, o prefeito Cido Sério ressaltou que a instalação do CRM no município foi uma das primeiras iniciativas a serem tomadas, ainda no primeiro mandato de seu governo, e falou também da importância desta lei.
“A lei tem que ser comemorada, sim, porque ela inibe a violência e cria uma condição de educar o ser humano. A luta das mulheres é tão linda de se ver e tão importante que, hoje, o nosso país é presidido por uma mulher”, discursou. 
ESCALADA NOS ATENDIMENTOS
A secretária Marta Dourado destacou que, em 2010, ano de inauguração do CRM, foram feitos 88 atendimentos. E este número subiu para 128 em 2011, mas, em 2012, saltou para 296. Já entre janeiro e junho deste ano, foram 315 atendimentos.
“A elevação no número de atendimentos não significa que a violência contra a mulher aumentou, mas sim que as mulheres reconheceram o CRM como espaço onde elas possam denunciar. O prefeito Cido Sério e a então secretária de Assistência Social, Cidinha Lacerda, estavam certos de terem implantado um equipamento como este em nossa cidade”, declarou.
De acordo com a coordenadora do CRM, Ivonete Caselato, o evento foi formatado para provocar o debate sobre a lei e para ressaltar a importância da proteção à mulher vítima de violência. “Nosso trabalho, que é orientado pelo prefeito Cido Sério e pela secretária de Assistência Social, Marta Dourado, é pautado no resgate da cidadania destas vítimas, preparando-as para uma vida melhor”, destaca a coordenadora. 
VÍDEO
Durante a cerimônia, foi exibido vídeo no qual a própria Maria da Penha conta toda sua trajetória. Ela é biofarmacêutica cearense e foi casada com o professor universitário Marco Antonio Herredia Viveros. Em 1983, ela sofreu a primeira tentativa de assassinato, quando levou um tiro nas costas enquanto dormia.
Viveros foi encontrado na cozinha, gritando por socorro, alegando que tinham sido atacados por assaltantes. Desta primeira tentativa, Maria da Penha saiu paraplégica. A segunda tentativa de homicídio aconteceu meses depois, quando Viveros empurrou Maria da Penha da cadeira de rodas e tentou eletrocutá-la no chuveiro. 
TEATRO
Logo após ao vídeo, foi encenada uma peça teatral escrita e dirigida pela atriz Ângela Gomes, chamada “Mulher, vire essa página”, com participação das atrizes Rosa Santos e Denise Vaz. A peça relata o sofrimento da mulher agredida e a dificuldade para tomar coragem de fazer a denúncia.
Para encerrar o evento, Antônia Dalva Lopes dos Santos, integrante do grupo melhor idade do Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) cantou a música “Mulher Brasileira”, do cantor e compositor Benito de Paula. Em seguida, foi servido um café da manhã. 
CONHECENDO O CRM
O CRM é um programa da Prefeitura de Araçatuba, subordinado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). Localizado à rua Chiquita Fernandes, 615, no bairro Higienópolis, ele foi criado com o objetivo de acolher a mulher vitimizada e contribuir para que ela conquiste autossuficiência e resgate sua autoestima.
Entre os serviços ofertados, estão acolhimento, atendimento socioassistencial, atendimento psicológico e orientação jurídica. Ainda há oficinas de reflexão e encaminhamentos para outros programas da Rede de Proteção Social. Também fazem parte do trabalho do CRM, visitas domiciliares, palestras de divulgação, contatos interinstitucionais, entre outras ações.
A Lei Maria da Penha estabelece que todo o caso de violência doméstica e intrafamiliar é crime, deve ser apurado através de inquérito policial e ser remetido ao Ministério Público. Esses crimes são julgados nos Juizados Especializados de Violência Doméstica contra a Mulher, criados a partir dessa legislação, ou, nas cidades em que ainda não existem, nas Varas Criminais. 
PROGRAMAÇÃO:
 07/08/2013
Divulgação do CRM e do Conselho Municipal da Mulher
Reunião de pais de alunos
Diretora Elis Fernandes Avelhaneda de Oliveira
EMEB Elza Zonetti – 18h
Rua: Três Lagoas, 250

08/08/2013 
Palestra “Conquistas na proteção da mulher”
Dra. Ana Lúcia de Souza Ghaname
Professora Universitária e Delegada do 2º Distrito de Birigui
Unitoledo 19h
Rua: Antonio Afonso de Toledo, 595

09/08/2013
Panfletagem
Local: Estacionamento Supermercado Rondon – Das 14h às 16h30
Rua: Marcos Toquetão, 514

10/08/2013
Atividades integradas com saúde e CRM no calçadão
Das 10h às 12h
Calçadão da Marechal Deodoro com a Rua Princesa Isabel

16/08/2013
Círculo de debate
Tema: “Mulher nos espaços de decisão”
Fernanda Luise Lopes – Presidente do Conselho da Mulher de Araçatuba
Uniderp – 19h
Rua: Cussy de Almeida, 965

------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Sítio da Criança inaugura sala de informática

Texto e foto: Camila Graziela

É mais uma ação da administração que não tem medido esforços para garantir a inclusão digital a todos


As crianças e adolescentes do Programa Lobato – Sítio da Criança ganharam um equipamento a mais para aprendizado e diversão. Na manhã desta terça-feira (6), foi inaugurada no local a nova sala de informática. A secretária de Assistência Social, Marta Dourado, e o prefeito Cido Sério estiveram presentes. 

O prefeito Cido Sério afirmou que estava muito feliz e emocionado em entregar esta nova melhoria, uma vez que o investimento no bem-estar das crianças e dos adolescentes é um importante passo para a construção de um mundo mais justo e perfeito. 
Para a secretária Marta Dourado, esta é mais uma ação da administração que não tem medido esforços para garantir a inclusão digital a todos. “É com muita alegria que hoje inauguro este espaço, onde estes 85 meninos terão acesso a estes equipamentos que irão proporcionar a eles conhecimento e diversão, isso é inclusão digital, garantido o direito de cidadão de cada um”, disse.

ESPAÇO
A nova sala é mais ampla e possui 12 computadores todos conectados à internet, quatro videogames Xbox e quatro TVs de Led. Segundo o monitor de informática Rodrigo Barbosa, com a chegada da internet abriu-se um leque de possibilidades. 
“Iremos usar a internet para trabalhar com jogos educativos e pesquisas em geral, como por exemplo, orientar nas tarefas escolares. O videogame permitirá trabalharmos a relação de convivência e fortalecimento de vínculos, e também trabalhar o desenvolvimento como atenção, coordenação motora, senso direcional, além de atender um pedido antigo dos meninos”, explicou. 
Rodrigo ressaltou, ainda, que a concessão desta nova sala é um sonho antigo. Ele conta que está no Programa há quase dois anos, e na primeira reunião com a secretária Marta Dourado fez o pedido de um espaço melhor para executar as aulas. “Só tenho que agradecer a secretária, que foi solícita e atendeu meu pedido, ao prefeito Cido Sério que viabilizou e a todos os envolvidos”, declarou.


------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Cras Central inicia nova turma de corte e costura

Texto e foto: Camila Graziela

As mulheres aprendem desde o manuseio das máquinas, o traçado das roupas, o corte até a confecção 

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Araçatuba, por meio do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do Centro, iniciou, nesta segunda-feira (5), novo curso de corte e costura. O treinamento, que tem duração de 11 meses, foi dividido em duas turmas de 15 mulheres. As aulas serão ministradas às segundas e terças-feiras, nos períodos da manhã e da tarde. 
A monitora Renata Souza explica que, no curso, as mulheres aprendem desde o manuseio das máquinas, o traçado das roupas, o corte até a confecção destas. Segundo ela, o mercado carece deste tipo de profissão. “Hoje, o mercado de trabalho necessita muito de costureira, pois as que existem já são de idade e, muitas vezes, não dão conta da demanda”, explicou. 

AUTOSSUFICIÊNCIA
De acordo com a coordenadora Silvana Cristina Rizzato, o curso tem os objetivos de capacitar as mulheres para o mercado de trabalho, promover a autonomia e autossuficiência da mulher e auxiliá-las na geração de renda. “Nós formamos turmas de manhã e à tarde, para favorecer as mulheres que trabalham num ou em outro período e queiram se capacitar profissionalmente, ou mudar de atuação profissional", disse. 

Silvana ressalta, ainda, que, nesta nova turma, nenhuma das mulheres era atendida pelo Cras e, ao saberem do curso, vieram até a unidade interessadas em aprender. “A partir do momento em que elas foram inseridas no corte e costura, passaram a ser acompanhadas e incluídas em outros serviços prestados pelo Cras. Esta procura muito nos alegrou, pois significa que estamos atingindo nosso objetivo e o curso tem dado resultado”, declarou. 
Entre as alunas, Celina Barbosa Antunes da Silva, de 57 anos, diz ter se interessado pelo curso para poder confeccionar roupas para as netas. “Eu tenho duas netinhas e a gente vê que tem roupas que parecem ser fáceis de fazer; então resolvi vim aprender para costurar as roupinhas delas e, com isso, economizar, porque é muito caro roupa de criança”, disse. 
------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Caixa doa computadores a projetos socais da Prefeitura

Banco faz doação depois de pedido feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS)


A Caixa Econômica Federal fez uma doação de computadores, na tarde desta quinta-feira (1), de 36 computadores e 10 impressoras, que serão usados em projetos sociais da Prefeitura de Araçatuba. A entrega do material de informática foi feita pelo gerente da agência central do banco em Araçatuba, Roberto Della Bandeira, ao prefeito Cido Sério e à secretária de Assistência Social de Araçatuba, Marta Dourado.

A cerimônia, que aconteceu no gabinete do prefeito, foi acompanhada pelos secretários municipais Hélio Consolaro (Cultura) e Rafaella Garcia (Comunicação Social). A vereadora Beatriz Soares Nogueira representou o Legislativo. Os computadores serão usados no Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), Sítio Escola e nos três assentamentos agrários do município.

Della Bandeira explicou que estas máquinas eram usadas até há pouco tempo nas agências da Caixa e que foram colocadas para doação depois de serem substituídas. “Elas estão em excelentes condições de uso. Só foram trocadas por causa da política do banco, que renova seus computadores a cada dois anos”, afirmou ele.

O prefeito Cido Sério aproveitou para destacar a importância da Caixa Econômica Federal para a sociedade, lembrando que ela é o maior banco social do mundo e detentora do segundo maior volume de dados armazenados do mundo, perdendo apenas para a agência espacial americana, a Nasa.

“Recebemos estes computadores e estas impressoras muito agradecidos. Com eles, vamos dar continuidade ao nosso trabalho de inclusão digital de nossas crianças. Levamos notebooks para as escolas municipais e sempre investimos em computadores para os locais nos quais fazemos atendimentos a crianças e adultos”, afirmou o prefeito Cido Sério.

------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------


quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Secretária se reúne com Comissão de vereadores e Caixa para tratar do programa “Minha Casa, Minha Vida”

Texto e foto: Camila Graziela

A comissão especial de parlamentares que acompanha a execução do programa “Minha Casa, Minha Vida” em Araçatuba, que é formada pelos vereadores Cido Saraiva, Jaime José da Silva e Beatriz Soares Nogueira, esteve reunida com representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Caixa Econômica Federal, na manhã desta quinta-feira (01).


A reunião aconteceu no gabinete da secretária de Assistência Social, Marta Dourado. Estiveram presentes o gerente geral da Caixa Econômica Federal em Araçatuba, Roberto Dela Bandeira; acompanhando do representante da Instituição financeira no município responsável pelo MCMV, Sérgio Mineiro e pelo engenheiro da Caixa, Arildo José de Almeida. A vereadora Beatriz foi representada por seu assessor Willian Sancler Lopes Chaves.


De acordo com o presidente da câmara, Jaime José da Silva, a reunião teve como objetivo avaliar o processo de seleção e definir critérios para aprimorar a fiscalização e a construção de infraestrutura. “Isso irá permitir sabermos se a casa será bem feita, desde a parte elétrica ao acabamento. Com isso estamos tentando evitar possível transtorno aos moradores quando estes estiverem de posse dos imóveis”, disse.
“Estamos aqui enquanto gestão municipal dispostos a conversar, resolver e encaminhar todas as questões. Esse é o nosso trabalho”, afirmou a secretária de Assistência Social, Marta Dourado.

------------------------------------------------------------------------

Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------