terça-feira, 29 de março de 2016

Páscoa é comemorada em programas da Secretaria Municipal de Assistência Social‏

Por Camila Graziela

Programas vinculados à Secretaria Municipal de Assistência Social de Araçatuba promoveram atividades diferenciadas em alusão à Páscoa, comemorada no domingo (27). Jovens da Casa Abrigo Masculina, por exemplo, ajudaram no preparo do almoço especial, inclusive fazendo a sobremesa. A ação integra projeto de culinária realizado nos finais de semana. Eles foram presenteados com ovos de chocolate.

Atendidos no Serviço de Convivência Infantojuvenil (Secoi) tiveram um dia recheado de atrações. A monitora de teatro e oito integrantes encenaram peça de teatro sobre o significado da Páscoa. Houve também brincadeiras como caça aos ovos de chocolate e coelho sai da toca. Todos também ganharam ovos de páscoa.

No Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), usuários participaram de dupla comemoração: festa dos aniversariantes do mês, com direito a bolo de chocolate, salgadinho, refrigerante e música; e a entrega de bombons da Páscoa.

Usuários do Centro de Convivência do Idoso (CCI) participaram de momentos de reflexão, com depoimentos sobre o significado da data. A emoção tomou conta dos idosos, que receberam lembrança de Páscoa. As atividades ocorreram na quarta-feira (23). 

As ações integram série de medidas que a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, e de seus programas, adota para promover a valorização e melhoria da qualidade de vida dos assistidos. 


Assistido na Casa Abrigo na preparação do almoço de Páscoa

Sobremesa feito pelos meninos da Casa Abrigo


Integrantes do CCI recebem lembrança de Páscoa

Festa para comemorar os aniversariantes do mês no Cento Pop

Usuários do Centro Pop em festividade

Encenação de teatro no Secoi
Teatro sobre o real significado da Páscoa no Secoi

Crianças do Secoi comemorando a Páscoa

Brincadeiras no Secoi


segunda-feira, 28 de março de 2016

Meninos do Programa Lobato produzem bombons artesanais em alusão à Páscoa‏

Texto: Camila Graziela


Um dos objetivos do Programa Lobato/Sítio da Criança é promover o desenvolvimento do protagonismo e da autonomia dos meninos beneficiados. Vinculada à comemoração da Páscoa, no domingo (27), eles participaram de uma atividade diferenciada: produção de bombons artesanais de chocolate e leite em pó. 

Segundo a coordenadora técnica Aline Rodeguero Terra, além de estimular protagonismo aos atendidos, a iniciativa da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social fortalece os vínculos entre os garotos e equipe técnica. “Não compramos ovos porque, além do alto custo, não teríamos proporcionado a eles esse momento de união e aprendizagem. E o resultado foi bastante satisfatório, pois todos gostaram muito”.


A coordenadora diz que esse é mais um mecanismo de transmissão de valores e responsabilidades, de maneira lúdica e divertida. “Parte dos bombons foi consumida por eles no Programa, e o restante foi levado para que a família também pudesse conferir o resultado e saborear”. A oficina aconteceu na quarta-feira (23).


O Programa Lobato/Sítio da Criança foi inaugurado em Araçatuba em 1995. O local oferece serviços socioassistenciais para crianças e adolescentes, com idades entre seis e 15 anos, do sexo masculino. A unidade tem como objetivo a constituição de espaço de convivência, formação para participação e cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia das crianças a partir dos interesses, demandas e potencialidades desta faixa etária. Atualmente, 168 meninos são beneficiados.

-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

quarta-feira, 23 de março de 2016

Centro Pop inaugura Casa de Passagem Masculina‏

Texto e foto: Camila Graziela
A Prefeitura de Araçatuba inaugurou na terça-feira (22) mais um equipamento direcionado a pessoas que vivem em situação de rua: a Casa de Passagem Masculina João Eduardo Torrezilhas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social. Com capacidade para dez pessoas, o local começou a atender a partir das 18 horas. 

Localizada na rua 15 de Novembro, 43, no centro da cidade, a casa possui quatro cômodos, sendo dois quartos com ar-condicionado, copa, cozinha e banheiro. O atendimento ocorrerá todos os dias, das 18h às 6h. O espaço é somente para pouso e será destinado exclusivamente aos usuários do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop).  


Segundo o prefeito Cido Sério, a criação desse espaço é muito importante para dar continuidade ao atendimento às pessoas que frequentam o Centro Pop. “Fico muito feliz ao entregar mais esse serviço à população”, disse ele. A secretária Marta Dourado, de Assistência Social, destacou que a casa foi mobiliada com objetos de outros programas da pasta que não estavam mais sendo utilizados. “Mesmo que esse ambiente tenha sido criado com móveis reaproveitados de outros programas, foi construído e pensado com muito amor e carinho”.

A coordenadora Jucielly Moreira explica que devido ao reduzido número de vagas, foram adotados alguns critérios para utilização como, por exemplo, estar estudando, cursando ensino profissionalizante, trabalhando ou que a pessoa tenha acabado de sair de comunidade terapêutica. “A partir desse momento, o usuário será encaminhado à Casa de Passagem, podendo dormir no local por até três meses. Com mais esse equipamento, estamos visando garantia de direitos a pessoas que vivem em situação de rua, condição em que os direitos delas são violados. Nosso intuito é que voltem ao convívio social, familiar e profissional”. 


Casa de passagem tem por finalidade oferecer acolhimento provisório a pessoas com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, em situação de rua e desabrigo por abandono e demais situações que os colocaram em situação de rua. O atendimento prestado é personalizado e para pequenos grupos, objetivando o fortalecimento do convívio familiar e comunitário, além de garantir a privacidade ao usuário e o respeito aos seus costumes e tradições.

terça-feira, 22 de março de 2016

Zumba é benefício para mulheres nas unidades do Cras

Uma das três principais artes cênicas da antiguidade pode existir como manifestação artística, diversão ou cerimônia. Na atualidade, outra dança está sendo usada para perder peso e definir o corpo de maneira divertida. A zumba foi criada com movimentos a partir do fitness para tonificar a musculatura, misturada com coreografias de diversos ritmos musicais: virou febre no Brasil e caiu no gosto da mulherada.


Há mais de um ano, as cinco unidades de Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Araçatuba oferecem gratuitamente aulas de zumba para mulheres assistidas. A ação é da Prefeitura de Araçatuba por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social. Nesta segunda-feira (21), por exemplo, usuárias do Cras no bairro Etemp praticaram a modalidade. As aulas ocorrem uma vez por semana e têm uma hora de duração.


A coordenadora Luciana Reis explica que o objetivo é possibilitar momentos de distração e interação entre as usuárias, além de promover melhorias na saúde e qualidade de vida. “Além dos benefícios físicos, a zumba ainda proporciona diversão, alívio do estresse e melhoria da autoestima”. A unidade oferece também oficina de dança-livre (diversos ritmos). 
A monitora de dança Jaqueline Pinheiro Balera ressalta que não há restrição para praticar a modalidade. “As coreografias são fáceis de seguir, e quem controla a intensidade dos movimentos é o próprio aluno, sempre respeitando o limite do seu corpo. Por isso, não existe restrição de idade, peso ou forma física”.
CRAS 
As unidades do Cras desenvolvem diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. São três as principais ações: Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças de até seis anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio, para pessoas com deficiências e idosos.
-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br

----------------------------------------------------------------------- 

quarta-feira, 16 de março de 2016

Diabetes e hipertensão foram temas de palestra para idosos no Cras‏

Idosos que integram Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), na unidade localizada no centro de Araçatuba, participaram de palestra sobre diabetes e hipertensão, na terça-feira (15). Marilza Martin Leal, farmacêutica do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), abordou os principais cuidados, fatores de risco de cada doença, destacando que ambas são assintomáticas. “Tanto diabetes como hipertensão são doenças silenciosas, o que torna difícil o diagnóstico. Por isso, é de extrema importância estar atento aos sinais que o corpo emite”.

Participantes aprenderam que diabetes é tipificado em duas categorias: tipo 1 é contraído na infância e ocorre devido ao mal funcionamento do pâncreas, órgão responsável por produzir insulina; tipo 2 surge na fase adulta, a partir de falência do pâncreas, provocando redução na produção de insulina. As consequências de maiores incidência são cegueira, insuficiência renal e amputação de membros. Muita sede, urinar varias vezes, formigamento das mãos e pés e vontade de comer doce podem ser alguns dos sintomas.


Segundo Marilza Leal, a pessoa diagnosticada com diabetes pode viver muito bem, desde que mantenha cuidados necessários, como tomar a medicação regularmente aliada a uma alimentação saudável e atividade física. “Por não sentir dor, o diabético acha que não precisa tomar o remédio. Mas, é importantíssimo manter a medicação, mesmo se a pessoa está se sentindo bem”, frisou a profissional. 
Idosos também receberam orientações sobre hipertensão arterial ou pressão alta. Dentre os principais fatores de risco estão o fumo, consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, estresse, grande consumo de sal, altos níveis de colesterol, falta de atividade física e diabetes.

A palestra foi interativa, permitindo que os participantes tirassem dúvidas, como foi o caso de Glória Correa, de 65 anos. Entre uma explicação e outra, ela fazia perguntas, e concluiu que precisa procurar um médico o mais rápido possível. “Eu sinto tudo isso que a palestrante disse referente ao diabetes; minha mãe e irmã eram diabéticas. Agora, eu vou atrás de um médico para saber se eu tenho também”. 
A iniciativa da Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, integra o eixo saúde e tem por objetivo levar informação e orientações sobre como cuidar corretamente da saúde. “A cada encontro, nós procuramos abordar um assunto diferente relacionado ao tema. É muito importante orientá-los, para que se atentem e cuidem melhor da saúde. Desta forma, estamos contribuindo para que eles tenham melhoria na qualidade de vida”, explicou Grasiele Dellazeri de Carvalho, assistente social responsável pelo grupo.

terça-feira, 15 de março de 2016

Idosos usuários da unidade central do Cras participam de projeto de inclusão digital‏

Grupo de seis idosos que integra Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no centro da cidade, participa do projeto de inclusão digital oferecido pela Faculdade Educacional de Araçatuba (FEA). As aulas de informática ocorrem uma vez por semana, na sede da instituição, com encerramento no mês de maio. 

Essa é a segunda turma a participar do projeto-piloto desenvolvido por duas ex-alunas do curso de psicologia. Geisa Moterani e Iracema Berchiol da Silva se formaram em 2015, mas o projeto continua na instituição, sob orientação de novos alunos.


Elas dizem que a ideia de trabalhar com idosos na unidade do Cras surgiu a partir da disciplina de processos educativos. “Pensamos em fazer algo diferente, voltado para o social. Então, fizemos um estágio de observação na unidade e, a partir disso, desenvolvemos o projeto de inclusão digital para idosos”. A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e de seus programas, adota uma série de medidas que promovem a valorização e melhoria da qualidade de vida dos idosos assistidos.

CRAS CENTRAL 
Criada em 2012, a unidade do Cras no centro da cidade desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (zero a seis anos de idade), e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio, para pessoas com deficiência e idosos. Cerca de 360 famílias são atendidas mensalmente, na sede localizada na rua 15 de Novembro, 275, com atendimento das 8h às 17h.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Cras no bairro Juçara homenageia mulheres‏

Texto e foto: Camila Graziela


Mulheres atendidas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro Juçara, foram homenageadas com apresentações artísticas e palestra, na quinta-feira (10), em virtude do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março. A iniciativa foi da Prefeitura de Araçatuba por meio das secretarias municipais de Assistência Social e Saúde.


Marilza Martin Leal, farmacêutica do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), abordou assuntos sobre a saúde da mulher: prevenção, cuidados e orientações sobre tensão pré-menstrual (TPM), menopausa, câncer de mama e de colo de útero, violência. Houve também recital de poemas e apresentações de música e dança.


Um coral composto por mulheres entusiasmou o público ao apresentar a canção ‘Mulher Brasileira’, de Benito di Paula. Além deste espetáculo, o destaque também ficou por conta do senhor Francisco, o único homem presente ao evento. Ele é músico e integra Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), para idosos, e se ofereceu para tocar violão e cantar, como forma de homenagear as mulheres.


CRAS JUÇARA 
Criada no Município em 2009, a unidade do Cras no bairro Juçara desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças de até seis anos de idade, e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio, para pessoas com deficiências e idosos. O equipamento está localizado na rua Raul de Oliveira, 180, e atende mensalmente cerca de 400 famílias, das 8h às 17h.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Mulheres assistidas são homenageadas com palestra e apresentações musicais‏

Texto e foto: Camila Graziela

“A mulher, ao longo da história, já foi muito mal tratada. Ainda hoje é preciso lutar contra o preconceito, o machismo, a violência e tantas outras práticas que tentam diminuir a autoestima e desvalorizar o papel da mulher no mundo. Em diversas culturas, a mulher é tratada como objeto, sendo até descartada e morta conforme a vontade do homem”. 
 Com essa contextualização, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado na terça-feira (8), com palestra e música, em evento promovido pela Prefeitura de Araçatuba por meio das secretarias municipais de Assistência Social e de Participação Cidadã. A professora e suplente de vereadora Durvalina Garcia foi a convidada para retratar aspectos da violência contra a mulher, no evento realizado no Teatro Municipal Castro Alves. Segundo ela, “o tema abordado serve de reflexão para todos os demais assuntos que envolvem a mulher. Somente no ano de 2002, o Brasil promoveu políticas públicas direcionadas”.

 O prefeito Cido Sério foi representado pelo secretário de Cultura Hélio Consolaro. “Se existe o Dia da Mulher é porque a mulher ainda não tem espaço e respeito na sociedade brasileira. Que todas as mulheres, de todas as classes sociais, sejam felizes todos os dias”, desejou Consolaro. Os secretários municipais Wilson Julioti, de Saúde e Silvio Garcia, de Desenvolvimento Agroindustrial compareceram.


A secretária Marta Dourado, de Assistência Social, destacou o legado que o prefeito Cido Sério deixa para a cidade, por meio das secretarias municipais que promovem o empoderamento dos meios de proteção oferecidos. “Araçatuba fica com um legado inédito. Hoje, a cidade possui equipamentos voltados especialmente às mulheres, que asseguram a garantia de direitos e valorização”. Ela relatou que 99% das pessoas que frequentam as unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) são mulheres, sendo a maioria chefe de família. 

O evento foi promovido pela Secretaria de Assistência Social, por meio do Centro de Referência da Mulher (CRM), em parceria com a Secretaria Municipal de Participação Cidadã, representada pela Coordenadoria da Mulher. A Orquestra Municipal de Sopros Bruno Zago, coordenada por Cid Frota, se apresentou na abertura, com encerramento por conta da cantora Bia, com repertório especialmente dedicado às mulheres.

CRM 
O Centro de Referência da Mulher (CRM) Josymary Aparecida Carranza foi criado em Araçatuba, no ano de 2010, com o objetivo de acolher mulheres vítimas de violência e contribuir para que elas conquistem a autossuficiência e resgatem a autoestima. Localizado na rua Chiquita Fernandes, 615, no jardim Bandeiras, possui capacidade de atendimento variada. Atualmente, 58 mulheres são acompanhadas, das 8 às 17 horas. 
Entre os serviços ofertados estão acolhimento, atendimento socioassistencial, atendimento psicológico e orientação jurídica. Ainda há oficinas de reflexão e encaminhamentos para outros programas da Rede de Proteção Social. Também fazem parte do trabalho visitas domiciliares, palestras de divulgação e contatos interinstitucionais, dentre outras ações.
------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br

-----------------------------------------------------------------------

Restaurante Popular de Araçatuba faz aniversário de reinauguração‏

Texto: Camila Graziela
Para comemorar o segundo aniversário de reinauguração, o Restaurante Popular Alice da Silva Prates ofereceu almoço especial na terça-feira (8). O cardápio foi strogonoff de carne com palmito, batata palha, arroz, feijão, salada de alface com abacaxi, suco de abacaxi e bolo gelado, de sobremesa. Cada mulher recebeu um botão de rosa, em virtude do Dia Internacional da Mulher. 
Desde setembro de 2015, é obrigatório uso do cartão social, que é dividido nas seguintes cores: laranja, destinados a pessoas em situação de rua, que são isentas; vermelho, para cidadãos cadastrados nos programas assistenciais do Município, que pagam R$ 2,00 por refeição; e verde, para cidadãos sem vínculo com a Secretaria de Assistência Social, com renda de até R$ 1.600,00. Nesse caso, eles pagam R$ 5,00. 
O Restaurante Popular integra o Programa do Governo Federal Fome Zero, que tem o objetivo de eliminar a fome no Brasil. Em Araçatuba, a unidade existe desde o dia 8 de março de 2006. Em agosto de 2011, o local foi fechado para reforma e ampliação. Desde então, um novo refeitório foi construído e a cozinha foi reformada e ampliada. Houve também aquisição de novos e modernos equipamentos, possibilitando o aumento no número de atendidos.
------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 7 de março de 2016

Violência será tema de palestra no Dia Internacional da Mulher‏

A Prefeitura de Araçatuba promoverá mais uma atividade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Em 8 de março, o dia criado para relembrar lutas sociais, econômicas, políticas, e conquistas das mulheres, palestra com o tema ‘Violência contra a mulher’ será ministrada pela professora e suplente de vereadora Durvalina Garcia. 
A promoção da Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Centro de Referência da Mulher (CRM), em parceria com a Secretaria Municipal de Participação Cidadã, acontecerá no Teatro Municipal Castro Alves, às 9 horas. A partir das 8 horas, para ampliar a homenagem, haverá apresentação da Orquestra Municipal de Sopros Bruno Zago, coordenada por Cid Frota. 
“Essa será mais uma contribuição para reflexões sobre o universo feminino. Após muitas lutas e protestos, nós conquistamos parte do espaço que merecemos”, explica Durvalina Garcia. A Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou a data comemorativa em 8 de março de 1975. Na quarta-feira (9), outra atividade está programada para Unidade Básica de Saúde, no bairro Planalto. 
SERVIÇO
Teatro Municipal Castro Alves
Rua Duque de Caxias, 29 
Dia 9
14 horas: Equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) coordena atividade em igreja localizada em frente à UBS no bairro Planalto

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br

-----------------------------------------------------------------------

Centro Pop promove primeira oficina de capacitação para pessoas em situação de rua‏

Texto: Camila Graziela

Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) está promovendo curso de artesanato de balaio de bambu, que terá duração de dois meses e está sendo ministrado pelo artesão Olair Vieira. As aulas ocorrem uma vez por semana, na sede da unidade, visando proporcionar qualificação profissional aos atendidos.


“Estamos oferecendo a capacitação porque muitos têm vontade de voltar para o mercado de trabalho. E notamos que a maior parte possui aptidão para trabalhos manuais. Por isso, a escolha do artesanato com bambu, que não requer investimento. Este será o primeiro de muitos cursos que pretendemos oferecer”, ressalta a coordenadora Jucielly Moreira.



Segundo Jucielly, cerca de 150 pessoas vivem em situação de rua na cidade, e a maior parte busca a reinserção na sociedade. “A maioria só quer uma oportunidade para sair das ruas. E no Centro Pop eles encontram todo auxílio necessário”. A ação integra série de medidas que a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e de seus programas, adota para promover a valorização do ser humano e contribuir para a melhor qualidade de vida das pessoas. 



CENTRO POP  
Estruturado na cidade em 2014, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua tem como objetivo prestar atendimentos a jovens, adultos, idosos e famílias que utilizam as ruas como espaço de moradia ou sobrevivência. 
O equipamento deve possibilitar condições de acolhimento na rede socioassistencial, de forma a contribuir para a construção ou reconstrução de novas formas de vida, respeitando a autonomia e o direito de escolha dos usuários, bem como promover ações para reinserção familiar e/ou comunitária. Localizado na rua São Paulo, 1090, no jardim Sumaré, Centro Pop funciona das 8h às 17h.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br

-----------------------------------------------------------------------

Cras no bairro Umuarama oferece aulas de condicionamento físico‏

Texto e foto: Camila Graziela

Oficinas direcionadas a atividades físicas, oferecidas gratuitamente pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro Umuarama, fazem sucesso e têm proporcionado aos usuários melhorias do bem-estar físico e mental. Além de ginástica funcional, aulas de step, natação, hidroginástica e zumba, a unidade passou a oferecer também aulas de condicionamento físico.

A modalidade consiste na combinação de exercícios aeróbicos (pedalada e corrida) e anaeróbicos (levantamento de pesos), alternados e intensos, priorizando resistência cardiorrespiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. A prática regular de exercícios físicos possibilita uma gama de benefícios que se manifestam em todo organismo.



“Aumentou muito a procura pelas nossas atividades físicas, principalmente por recomendação médica. Para dar conta de atender toda a demanda, com necessidades diversas, temos procurado trazer novas modalidades”, explica a educadora física Alessandra Marques. Ela ressalta que para participar das atividades os interessados devem apresentar atestado médico.


A educadora destaca que a nova modalidade é destinada tanto para quem quer ganhar massa magra quanto para quem deseja perder peso. “Cada participante foi pesado e teve as medidas tiradas antes de iniciarmos as aulas. O objetivo é chegar ao final do ano tendo alcançado o resultado conforme a necessidade de cada um”. 

Maria Cícera da Silva, de 34 anos, conta que devido ao excesso de peso está hipertensa. “Preciso perder peso; meu médico disse que é essencial para controlar minha pressão. Depois que comecei a frequentar as oficinas que o Cras oferece, já diminui quatro medidas. Sou muito grata por isso, pois sozinha eu não teria conseguido”.


O objetivo de Patrícia de Lima Paixão, 44, é ganhar massa magra. O metabolismo dela é acelerado, e isso faz com que perca peso com muita facilidade. “Se eu ficar nervosa, emagreço. Além de colaborar com ganho de peso, esta modalidade também é uma recomendação médica. Há um ano eu sofri um acidente de moto e machuquei a perna direita. Por conta disso, eu mal conseguia movimentá-la. Os exercícios contribuem para que eu recupere os movimentos dela. Sou muito grata ao Cras”, relata. 
CRAS NO BAIRRO UMUARAMA 
A unidade também oferece aulas de jazz, ritmos com condicionalidades físicas, dança de salão, pillates ballet, balé infantil, entre outras. As oficinas são abertas à comunidade do território do Cras. Para participar, basta ser cadastrado. A ação integra uma série de medidas que a Prefeitura de Araçatuba adota, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e de seus programas, para promover a valorização e melhoria da qualidade de vida das pessoas. 
Criada em 2006, a unidade no bairro Umuarama desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças com até seis anos de idade, e Serviço de Proteção Social Básica em domicílio, para pessoas com deficiências e idosos. Localizada na rua Célio Rodrigues de Araújo Cintra, 788, atende mensalmente 430 famílias e funciona das 8 às 17 horas.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br

-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 4 de março de 2016

Prefeitura promove eventos em alusão ao Dia Internacional da Mulher‏

texto: Camila Graziela
Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, o Centro de Referência da Mulher (CRM) promoverá uma série de atividades focadas na violência contra a mulher, de maneira geral, mas também com o objetivo de aumentar a divulgação dos trabalhos desenvolvidos pelo equipamento. 
O trabalho teve início na quinta-feira (3), com palestra proferida por técnicos do CRM para usuários da Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Iporã. “Além de mobilizar a população sobre o tema, nosso objetivo é mostrar que em Araçatuba mulheres vítimas de violência possuem um serviço especializado, para ampará-las e conscientizá-las a denunciar, com respaldo necessário por meio do CRM”, explica a coordenadora Sandra Ferreira Costa. 
Desde 2009 são promovidas atividades diferenciadas na semana que antecede a data, como homenagens e diversas ações reflexivas, realizadas por meio de programas das secretarias municipais de Assistência Social, de Participação Cidadã e de Saúde. A Prefeitura busca, permanentemente, aperfeiçoar o atendimento disponibilizado às mulheres, abrindo caminhos para que façam valer seus direitos e tenham serviço público de qualidade.

ORIGEM DA DATA 
No dia 8 de março de 1857, em Nova Iorque, Estados Unidos, operárias decepcionadas com as péssimas condições de trabalho, com os subjulgamentos machistas e salários inferiores resolveram fazer uma paralisação. No entanto, o desfecho do manifesto foi trágico: trabalhadoras foram presas na fábrica de tecido, que foi incendiada, provocando a morte de 130 pessoas. Elas morreram carbonizadas, enroladas em tecidos da cor lilás. Por isso, esse tom é utilizado como símbolo da luta das mulheres.

PROGRAMAÇÃO 
Dia 4
9h30: palestra de divulgação dos serviços do CRM para usuárias do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) no bairro Umuarama
Dia 7
13h30: palestra de divulgação dos serviços do CRM no bairro rural Engenheiro Taveira 
Dia 8
8h30: Evento no Teatro Municipal Castro Alves 
Dia 9
14 horas: Equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) coordena atividade em igreja localizada em frente à UBS no bairro Planalto
------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------