sexta-feira, 29 de abril de 2016

Centro Pop promove festa para aniversariantes do mês‏

Texto e foto: Camila Graziela

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) promoveu café da manhã especial para homenagear aniversariantes do mês de abril, na manhã de sexta-feira (29). Aproximadamente 70 pessoas estiveram no local, decorado com bexigas. O equipamento é mantido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.


 
 A coordenadora do Centro Pop, Jucielly Moreira, explica que a ação é mais um meio para resgatar a dignidade e autoestima dos usuários. “Muitos deles não têm como comemorar o aniversário. Com a iniciativa estamos contribuindo para a valorização da vida. Aqui, nossos usuários são vistos como cidadãos”. 



Douglas Henrique Magrini Teles é um dos aniversariantes, tendo completado 35 anos no dia 23. “Estou muito feliz por ter recebido uma festa de aniversário. O Pop é minha família. Aqui, eu tenho referência de um lar, com todo apoio necessário. Sou muito grato por tudo que eles fazem por nós”, declarou.

Ele contou que é araçatubense e passou a morar nas ruas da cidade há dois anos, porque não se dava bem com o padrasto. “Eu sempre morei com a minha mãe, mas depois que ela se casou eu me desentendi algumas vezes com o marido dela, e sai de casa depois de uma séria desavença”.
CENTRO POP  
Estruturado na cidade em 2014, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua tem como objetivo prestar atendimentos a jovens, adultos, idosos e famílias que utilizam as ruas como espaço de moradia ou sobrevivência. 
O equipamento deve possibilitar condições de acolhimento na rede socioassistencial, de forma a contribuir para a construção ou reconstrução de novas formas de vida, respeitando a autonomia e o direito de escolha dos usuários, bem como promover ações para reinserção familiar e/ou comunitária. Localizado na rua São Paulo, 1090, no jardim Sumaré, Centro Pop funciona das 8h às 17h.

Adolescentes que cumprem medidas socioeducativas concluem curso de cabeleireiro‏

Texto e foto: Camila Graziela

A Prefeitura de Araçatuba concluiu mais uma capacitação profissional direcionada a adolescentes que cumprem medidas socioeducativas atendidos na Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Na quinta-feira (28) ocorreu formatura e entrega de certificados de conclusão do curso de cabeleireiro, com formandos vestidos para a ocasião.


Iniciado há dois meses, no Instituto Mix, o curso foi promovido para que atendidos possam utilizar a atividade como fonte de geração de renda, bem como ajudá-los para inserção no mercado de trabalho. Durante a formação, os adolescentes aprenderam corte masculino (com máquina de corte e tesoura), acabamento com máquina e navalha, relaxamento capilar, colorimetria (coloração e descoloração), barba (técnicas seca e molhada), sobrancelha masculina (proporção, limpeza e modelagem). Creas disponibilizou todos os materiais necessários. 

Dos 16 formandos, dois afirmaram estar com salão quase pronto para exercer a profissão. Um deles, com 16 anos, disse que já sentia interesse pela modalidade. “Eu gostei muito do curso, tanto que minha mãe está construindo um cômodo em frente de casa para o salão. Até já ganhei parte dos materiais. Acredito que em dois meses eu comece a trabalhar nele”.

Outro jovem, de 18 anos, afirmou que também vai abrir salão em um cômodo de casa, cedido pela avó. “Eu sempre gostei de mexer com cabelo. Inclusive, eu corto meu cabelo e dos meus primos também. Com esse curso eu poderei exercer a profissão. Sou muito grato ao Creas, que me possibilitou voltar a estudar e me profissionalizar”. 

O coordenador do Creas, Edson Neves Terra Júnior, entende que ações como essa possibilitam que os adolescentes vislumbrem outras oportunidades. “Ver o empenho e entusiasmo deles, e com perspectiva de profissão, é muito gratificante, porque mostra que nosso trabalho tem dado resultado”. A formatura ocorreu na sede do Instituo Mix.

CREAS 
Inaugurado na cidade em 2009, Creas é direcionado ao atendimento de pessoas vítimas de qualquer tipo de violência. O objetivo é fazer com que elas superem o trauma e interrompam o ciclo da violência, por meio de atendimentos psicossocial e jurídico. Atualmente, a unidade atende mais de 400 pessoas, das 8h às 17h30. 
Localizado na avenida dos Estados, 553, no jardim Sumaré, Creas possui três frentes de trabalho: Serviço de Enfrentamento à Violência Contra o Indivíduo e sua Família (pessoas portadoras de necessidades especiais que sofrem violência), Serviço de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes e Serviço de Medida Socioeducativa (adolescentes que cometem atos infracionais).

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Atendidos no Secoi visitam Zoológico Municipal‏

Por Camila Graziela


Passeio no Zoológico Municipal Dr. Flávio Leite Ribeiro alterou a rotina de atendidos no Serviço de Convivência Infantojuvenil (Secoi), na terça-feira (19). A ação tem por objetivo proporcionar o fortalecimento de vínculos entre eles, bem como utilizar espaço diferenciado para atividades.

A coordenadora técnica do Secoi, Anézia Gabas, explica que “as atividades externas visam proporcionar às crianças e adolescentes momentos de socialização, integração e diversão”. Passeio por trilhas existentes no bosque, caça ao tesouro, jogos e brincadeiras no parquinho fizeram a diversão da garotada. Na quarta-feira (20) será a vez de usuários do período da tarde vivenciarem esses momentos. 

Para o próximo dia 29 de abril está programada viagem à cidade de Santa Fé do Sul, com programação agendada na Cidade da Criança e Parque Mário Covas. A iniciativa é da Prefeitura de Araçatuba por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), que promove uma série de ações focadas na dignidade humana, inclusão social e qualidade de vida dos assistidos.



SECOI 
O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) criado pelo Governo Federal há 18 anos e implantado no município em 2001 deu lugar ao Serviço de Convivência Infantojuvenil. Em vez de combater o trabalho infantil, o equipamento atua na prevenção, promovendo atendimento psicossocial, oficinas culturais, artísticas, artesanais e socioeducativas, para crianças e adolescentes na faixa etária de seis a 15 anos, em situação de vulnerabilidade.

Também são promovidas ações que fortaleçam a permanência na escola. Atualmente, a unidade atende 85 crianças e adolescentes, na rua Florêncio de Abreu, 932, no bairro Alvorada.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Curso Administre é oferecido a usuários do Paif na unidade do Cras no bairro Juçara‏

Por Camila Graziela
O Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro Juçara, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) promoveu na sexta-feira (15) o curso Administre, destinado a usuários do Programa de Acompanhamento Integral à Família (Paif). A coordenadora da unidade, Aretusa de Paula Rodrigues, explica que a capacitação tem por objetivo oferecer informações relativas à administração do orçamento familiar: como organizar despesas considerando as prioridades das famílias. As orientações se estendem também a pessoas que projetam iniciar negócio próprio. 

“Esse é o primeiro curso de uma série programada para 2016, objetivando trabalhar a capacitação profissional dos usuários e, com isso, promover a emancipação deles”, comentou a coordenadora. A ação integra uma série de medidas que a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), e de seus programas, adota para promover a valorização e melhoria da qualidade de vida dos assistidos. 

Cras desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças de até seis anos de idade e para idosos, e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio, para pessoas com deficiências.

Centro de Convivência do Idoso promove 3.º CCI Artes‏

Por Camila Graziela


O Centro de Convivência do Idoso (CCI) promoveu na quinta-feira (14) o 3.º CCI Artes. O evento ocorreu durante a reunião familiar mensal, com o objetivo de apresentar aos familiares atividades desenvolvidas durante oficinas periódicas.


Segundo Sabrina Ferreira Chaves, coordenadora do equipamento, durante o encontro foi abordada a importância do papel dos familiares na vida do idoso, com aplicação de dinâmica para ilustrar o tema. “É muito importante conscientizar os familiares que eles são fundamentais para o bem-estar dos nossos idosos”.


O evento foi encerrado com mantra (vibração sonora) e dança entre idosos e familiares. Um farto café da tarde foi servido no local. A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), adota uma série de medidas que promovem a valorização e a melhoria da qualidade de vida dos idosos assistidos.


CCI 
O Centro de Convivência do Idoso é um espaço de atendimento e convivência social, voltado à melhoria das relações sociais e afetivas do idoso, sua saúde e autoestima, evitando a institucionalização e garantindo a melhoria da qualidade de vida. Atendimento psicossocial, enfermagem e atividades diversificadas são oferecidos. 
Inaugurado em maio de 2013, CCI tem a finalidade de acolher idosos que vivem em situação de vulnerabilidade social. O equipamento fica na rua Jovita Militão Bonfim, 66, no bairro Chácaras Arco-Íris, com capacidade para atender 50 pessoas acima de 60 anos de idade. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Equipe da Assistência Social participa de capacitação para aprimorar atendimento ao público‏

Por Camila Graziela

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) iniciou na quarta-feira (13) oficina de informação da tecnologia com treinamento e debate sobre o SIAS (Sistema de Informática da Assistência Social), ferramenta usada para atendimento ao público, tendo como público-alvo os profissionais da pasta e de todos os programas vinculados. O assessor executivo Renato Torrezan é o facilitador.


Segundo ele, a oficina tem por objetivo capacitar a equipe para utilização da ferramenta, que foi implantada no final de 2014 com as finalidades de aperfeiçoar o atendimento ao público e deixar dados registrados para uso futuro. “Implantamos esse sistema nos programas a fim de promover melhoria da qualidade nos atendimentos aos usuários, além de facilitar o trabalho de toda equipe, com agilidade na troca de informações entre os programas”. 

“Esta ferramenta permite que cada atendimento, acolhimento, acompanhamento e demais atividades desenvolvidas pelos programas fiquem registradas. Com isso, temos maior controle e celeridade nos procedimentos”, explicou. A programação se estenderá até o dia 19. A Secretaria de Assistência Social tem promovido uma série de ações que valorizam os profissionais, bem como aprimoram o atendimento ao público.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Secretaria Municipal de Assistência Social encerra semana de capacitação‏

Por Camila Graziela

A semana do evento 2.º Capacita SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) foi encerrada com a oficina ‘Escrever Direito’, tendo como público-alvo todos os colaboradores da Rede de Proteção Social. O professor e secretário municipal de Cultura Hélio Consolaro foi o facilitador.


Na abertura do evento, realizada no dia 4, todos os participantes receberam material com 104 exercícios, para resolução em casa. “Hoje, nós fizemos a correção. Falamos sobre as dificuldades da língua, as dúvidas mais frequentes relacionadas à escrita, como escrever corretamente cartas, ofícios e atas, bem como o comportamento e a escrita nas redes sociais”, comentou o professor.


Ele diz que “o maior objetivo foi o de transmitir à equipe que é preciso ter cuidado na hora de escrever e, que na dúvida, é importante ter a cultura de consultar um dicionário ou até mesmo um amigo. Afinal, quem tem dúvida procura acertar, e quem tem muita certeza geralmente erra”. A oficina foi interativa e ocorreu na sexta-feira (8), na FEA (Fundação Educacional Araçatuba). 
Iniciativa da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, 2.º Capacita SMAS Araçatuba teve por objetivos aprimorar o desenvolvimento das ações socioassistenciais, atendendo às especificidades dos programas e, sobretudo, valorizar as equipes de trabalho com oficinas para instrumentalizar, na teoria e na prática, os profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Usuárias do Cras no bairro Juçara experimentam aula de step

Por Camila Graziela

Usuárias do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro Juçara, participaram de aula experimental de step, conhecida como ginástica de degrau. A modalidade é mais uma das diversas atividades oferecidas pela unidade gratuitamente.



A educadora física Alessandra Marques explica que a modalidade desenvolve a coordenação motora, aumenta a resistência aeróbica e favorece a resistência muscular localizada. “É uma atividade que trabalha mais os membros inferiores. Além de ser um ótimo exercício respiratório, faz bem ao coração e ainda auxilia na perda de peso. A aula foi um sucesso, pois as alunas adoraram os exercícios”, destacou a profissional. A oficina ocorreu na sexta-feira (1).


A unidade oferece também aulas de jazz, zumba, ginástica funcional, dança livre, patchwork e trabalhos manuais. As oficinas são abertas à comunidade de abrangência do território do Cras. Para participar basta ser cadastrado.




Cras desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças de até seis anos de idade e para idosos, e Serviço de Proteção Social Básica no domicílio, para pessoas com deficiências.

Rotinas administrativas, humanização e atenção ao outro são temas da semana de capacitação‏

Por Camila Graziela

No terceiro dia do 2.º Capacita SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), auxiliares e assistentes administrativos dos programas sociais participaram da oficina ‘Rotinas Administrativas’. Ministrada pela facilitadora Regiane Vargas Funatsu, foram abordadas as atribuições do profissional que exerce a função administrativa: solicitações diversas, controle de material, atendimentos variados, controle de gastos dos recursos destinados aos programas, controle de frequência de recursos humanos, dentre outras.

Para Regiane Funatsu, a ação foi “bastante produtiva, pois facilitará a rotina diária de trabalho e irá colaborar para melhor andamento dos serviços administrativos”. Ela destacou que a capacitação terá continuidade durante reuniões periódicas na sede da secretaria. A capacitação de quarta-feira (6) contou ainda com a oficina ‘Humanização e Atenção ao Outro’, comandada por Marcela Silva Flores de Gois. Por abranger todos os profissionais da Rede de Proteção Social, foi dividida em três turmas.



Marcela de Gois destacou que mais uma vez a equipe foi bastante receptiva ao conteúdo apresentado, expressando diversas opiniões sobre o dia a dia do trabalho socioassistencial. “O conteúdo certamente será reproduzido na rotina de trabalho de cada participante”. 
Iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, 2.º Capacita SMAS Araçatuba tem os objetivos de aprimorar o desenvolvimento das ações socioassistenciais, atendendo às especificidades dos programas e, sobretudo, valorizar as equipes de trabalho com oficinas para instrumentalizar, na teoria e na prática, os profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Segundo dia de capacitação na Assistência Social é intensificado por oficinas‏

Por Camila Graziela

O segundo dia do evento 2.º Capacita SMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) foi bastante intenso, tendo como público-alvo coordenadores, psicólogos, assistentes sociais, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais e advogados da Rede de Proteção Social, além de entidades sociais. As instituições são ligadas, direta e indiretamente, às ações da Secretaria de Assistência Social.


A psicóloga Marcela Silva Flores de Gois, facilitadora da oficina ‘Humanização e Atenção ao Outro’, disse que a ação serviu para motivar os profissionais da área a compreender o sentido e a importância de sua função no atendimento aos indivíduos e às famílias assistidas pelos programas da Secretaria de Assistência Social, bem como visar o atendimento humanizado, com qualidade objetiva e foco em resultados positivos.
 “O resultado desta primeira turma foi bastante positivo. O pessoal aderiu às ações, sendo extremamente participativo, com trocas de experiências e vivências. Com isso, eles puderam observar a importância do bom acolhimento aos usuários dos programas”, relatou. Cada participante recebeu material de apoio para ser utilizado nos equipamentos.

Facilitador da oficina ‘O Papel do Psicólogo no SUAS’, o psicólogo Edson Neves Terra Júnior abordou breve histórico dos direitos sociais no Brasil, passando pelo período em que se destacaram ações de caridade, filantropia, até chegar aos direitos sociais como políticas públicas e, neste contexto, o papel do psicólogo social. Após a apresentação teórica, houve espaço para troca de informações sobre as variadas ações do profissional em diversos serviços e programas. 
“Avalio que a capacitação foi muito produtiva, por possibilitar espaços de trocas de experiências, além de promover reflexão sobre os desafios e avanços da profissão na assistência social, e o resgate do compromisso ético-político com a transformação social”, comentou Terra Júnior. A programação do evento Capacita SMAS vai até o dia oito de abril. Essas atividades ocorreram na terça-feira (5), na FEA (Fundação Educacional Araçatuba). 
Iniciativa da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, 2.º Capacita SMAS Araçatuba tem os objetivos de aprimorar o desenvolvimento das ações socioassistenciais, atendendo às especificidades dos programas e, sobretudo, valorizar as equipes de trabalho com oficinas para instrumentalizar, na teoria e na prática, os profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

PROGRAMAÇÃO 
Dia 7 (quinta-feira), 8h às 12h e 13h às 17h
Facilitadora: Marcela Flores de Góis
Público: assistentes sociais, psicopedagogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, advogados dos programas da SMAS e entidades sociais
Tema: Humanização e Atenção ao Outro
Local: FEA (Fundação Educacional Araçatuba)
Rua Maurício de Nassau, 1191, no bairro Santana

Dia 7 (quinta-feira), das 8h às 12h
Facilitador: Ederson Ribeiro da Costa
Público: educadores, monitores, professores de educação física da SMAS
Tema: Ser educador: do conceito à prática
Local: Sala 1 FEA (Fundação Educacional Araçatuba)

Dia 8 (sexta-feira), das 8h às 12h e das 13h30 às 17h
Facilitador: Hélio Consolaro
Público: coordenadores, psicólogos, assistentes sociais e administrativos da SMAS
Tema: Escrever direito
Local: Auditório FEA (Fundação Educacional de Araçatuba)

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Equipes da Assistência Social são valorizadas no 2.º Capacita SMAS‏

Por Camila Graziela


A Prefeitura deu início ao 2.º Capacita SMAS Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). O evento tem os objetivos de aprimorar o desenvolvimento das ações socioassistenciais, atendendo às especificidades dos programas e, sobretudo, valorizar as equipes de trabalho.



A programação começou no dia 4 e se estenderá até o dia 8 de abril, com oficinas para instrumentalizar, na teoria e na prática, os profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em Araçatuba. Aproximadamente 300 profissionais do setor de assistência social participaram da abertura realizada no auditório da 1.ª Igreja Batista de Araçatuba, no centro da cidade.

Na solenidade inicial, o prefeito Cido Sério falou da importância da capacitação, destacando que é fundamental que todos os colaboradores entendam, na prática, como funciona o mecanismo de gestão. “O que faz a diferença no mundo é o humano, e a equipe de assistência social trabalha com o humano no momento em que ele mais precisa. Por isso, é de extrema importância essa capacitação. Nossa preocupação é e sempre foi acolher o humano com dignidade, respeito e amor”. 

A secretária de Assistência Social, Marta Dourado; a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Renata Massano; e o secretário de Cultura, Hélio Consolaro compareceram ao ato. O vereador Gilberto Batata representou o Legislativo. No momento da inscrição, cada participante pintou a palma da mão com tinta guache e ‘carimbou’ em um painel branco, formando assim o logotipo do evento. Cada cor representa uma ação, sendo vermelho: amor e coragem; amarela: visão positiva; verde: confiança dos atos; azul: equilíbrio; violeta: determinação.

“Com essas cores e essas mãos é que são construídas as histórias do SUAS de Araçatuba e de todos os trabalhadores”, explicou Marta Dourado. Após essa revelação – escolha das cores foi aleatória, sem que as pessoas soubessem os respectivos significados – a secretária de Assistência Social deu início à palestra. Ela analisou o SUAS desde a implantação, há dez anos, incluindo Araçatuba neste cenário. O evento teve apresentação da Fanfarra Municipal de Araçatuba (Fama).

PROGRAMAÇÃO

Dias 5,6 e 7 (terça, quarta e quinta-feira), 8h às 12h e 13h às 17h
Facilitadora: Marcela Flores de Góis
Público: assistentes sociais, psicopedagogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, advogados dos programas da SMAS e entidades sociais
Tema: Humanização e Atenção ao Outro
Local: FEA (Fundação Educacional Araçatuba)
Rua Maurício de Nassau, 1191, no bairro Santana

Dia 6 (quarta-feira), das 8h às 12h
Facilitadora: Regiane Vargas Funatsu
Público: administrativos e auxiliares administrativos da SMAS
Tema: Rotina Administrativa
Local: Sala 1 FEA (Fundação Educacional Araçatuba)

Das 13h às 17h
Facilitadora: Thelma Madrid
Público: ASG da SMAS
Tema: Limpeza e Organização
Local: Sala 1 FEA (Fundação Educacional Araçatuba)

Dia 7 (quinta-feira), das 8h às 12h
Facilitador: Ederson Ribeiro da Costa
Público: educadores, monitores, professores de educação física da SMAS
Tema: Ser educador: do conceito à prática
Local: Sala 1 FEA (Fundação Educacional Araçatuba)

Dia 8 (sexta-feira), das 8h às 12h e das 13h30 às 17h
Facilitador: Hélio Consolaro
Público: coordenadores, psicólogos, assistentes sociais e administrativos da SMAS
Tema: Escrever direito

Local: Auditório FEA (Fundação Educacional de Araçatuba)


-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br

----------------------------------------------------------------------- 

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Atendidos no Secoi vivenciam dia de lazer e diversão‏

Por Camila Graziela

Crianças e adolescentes que frequentam o Serviço de Convivência Infantojuvenil (Secoi) vivenciaram um dia de lazer nas dependências da unidade do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), na quarta-feira (30). Eles se divertiram na piscina, quadra esportiva e com jogos, como futebol, pingue-pongue e pebolim.


Ao todo, 35 pessoas com idades entre seis e 15 anos participaram do passeio, acompanhados por monitores. A coordenadora do programa, Anézia Gabas, diz que a ação tem por objetivo fortalecer os vínculos entre os atendidos e equipe técnica. “Esses passeios também proporcionam um dia diferente e agradável para eles; é importante quebrar a rotina com programações diferenciadas. Além disso, os passeios fazem parte do cronograma de atividades”. 

Para o mês de abril estão previstos dois passeios: um no Zoológico Municipal Flávio Leite Ribeiro e outro na Cidade da Criança e Parque Mário Covas, em Santa Fé do Sul, localizada a 153 km de Araçatuba. A iniciativa é da Prefeitura de Araçatuba por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) criado pelo Governo Federal há 18 anos e implantado no município em 2001 deu lugar ao Serviço de Convivência Infantojuvenil (Secoi). Em vez de combater o trabalho infantil, o equipamento atua na prevenção, ofertando atendimento psicossocial, oficinas culturais, artísticas, artesanais e socioeducativas para crianças e adolescentes na faixa etária de seis a 15 anos, em situação de vulnerabilidade, além de ações que fortaleçam a permanência na escola. Atualmente, 97 meninos e meninas frequentam o local.
-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

CCI recebe visita de grupo de senhoras de Pereira Barreto‏

Por Camila Graziela

O Centro de Convivência do Idoso (CCI) de Araçatuba recebeu na quinta-feira (31) a visita de um grupo de senhoras da Igreja Anglicana da cidade de Pereira Barreto. O encontro, marcado por muita alegria e apresentações, foi mais uma iniciativa que visa promoção da autoestima e valorização do idoso, no equipamento mantido pela Prefeitura de Araçatuba por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.


 Visitantes tomaram café da manhã e, logo em seguida, apresentaram uma série de danças alemãs e orientais. Integrantes do CCI também fizeram apresentação de zumba. As atividades foram encerradas com mantra (vibração sonora), momento de total integração entre atendidos e visitantes.


Segundo Sabrina Ferreira Chaves, coordenadora do CCI, os idosos ficaram bastante empolgados com a visita. “São muito válidas e bastante produtivas essas ações, porque proporcionam novos conhecimentos e culturas diferentes. Além de promover interação, afetividade e amizade entre eles”.


Sachiko Tamaki, de 65 anos, monitora de dança do grupo de senhoras, disse ter gostado muito do lugar. “Os idosos daqui são participativos e bem receptivos, e isso muito nos alegra”. A visitante Ilair Silvestre de Vasconcelos, 71, acrescentou que toda cidade deveria ter um espaço como o CCI, “porque é uma valorização do idoso. Não podemos ficar parados, senão enferrujamos. Achei excelente essa troca de experiência, pois isso evita a depressão, que é recorrente em nossas vidas”. 


O Centro de Convivência do Idoso é um espaço de atendimento e convivência social, voltado à melhoria das relações sociais e afetivas do idoso, sua saúde e autoestima, evitando a institucionalização e garantindo a melhoria da qualidade de vida. A unidade oferece atendimento psicossocial, enfermagem e atividades diversificadas. Atualmente, 55 pessoas frequentam o local.



-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------