sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Violência contra a mulher foi tema de palestra para usuários do CRAS Central

Texto e foto: Camila Graziela
Objetivo é conscientizar e intensificar ações de prevenção à violência praticada contra as mulheres
Na quinta-feira (27), cerca de 100 famílias beneficiadas com o Programa Compra Direta Local da Agricultura Familiar, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Central participaram de palestra de sensibilização proferida pelo secretário municipal de Participação Cidadã Alex Lapenta. A abordagem aconteceu na sede da unidade, na rua 15 de Novembro.



De acordo com o secretário, o objetivo é conscientizar e intensificar ações de prevenção à violência praticada contra as mulheres. Esta palestra faz parte das atividades desenvolvidas durante a 1º Semana Municipal da Não Violência Contra a Mulher, realizada pela Prefeitura de Araçatuba, em parceria com as secretarias de Participação Cidadã e de Assistência Social.

Compra Direta
O programa Compra Direta integra um dos eixos do Fome Zero, programa do Governo Federal que tem objetivo de eliminar a fome no Brasil. Para isso, conta com o apoio dos pequenos produtores rurais locais.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial gerencia o Compra Direta na cidade. A pasta é responsável pela operacionalização da entrega dos alimentos para as cinco unidades dos CRAS semanalmente. Estes, por sua vez, se mobiliza para efetuar a distribuição aos seus usuários.

Segundo a coordenadora do CRAS do Centro, Márcia Viúdes, esta ação têm cumprido um importante papel na promoção da segurança alimentar e nutricional das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade. 
CRAS
Os CRAS desenvolvem diversas ações para a comunidade promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família – PAIF, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para até 6 anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no  domicilio para pessoas com deficiências e idosos.

Juntamente com outros 14 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, os CRAS Jussara, Etemp, São José e Centro são geridos pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.
------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Hotel-fazenda em Cardoso é destino dos idosos do CRAS Central

 Texto e foto: Camila Graziela

 O passeio irá proporcionar momentos de lazer, promover o fortalecimento dos vínculos entre eles, além de elevar a autoestima dos idosos




Foi num clima de muita expectativa que os idosos que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Centro, embarcaram nessa quarta-feira (26) para uma viagem fantástica.

O destino escolhido foi um hotel-fazenda na cidade de Cardoso, a 170 quilômetros de Araçatuba. Caminhada, leite no curral, passeio de charrete, de trenzinho e a cavalo, brincadeiras na piscina, bingo e jantar dançante farão parte da rotina dos idosos nos próximos dois dias.  A ação foi promovida pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).


Depoimentos

Entre os presentes, Zeres Maria Rosa era pura emoção. Aos 66 anos de idade, ela conta que esta é a primeira vez que faz uma viagem, e que este passeio veio em uma boa hora. “Há três meses eu perdi minha mãe e desde então eu choro todos os dias. Esta viagem me animou bastante, porque vai me ajudar a distrair a cabeça. Estou adorando esta oportunidade de viajar pela primeira vez”, relata.

Eva Andrade de Souza, 60, afirmou que esta também será sua primeira viagem. “Estou muito ansiosa para saber como será”, comenta. Já Helena Mendes da Silva, 66, diz que a primeira e única viagem que fez na vida foi há 20 anos. “No começo eu fiquei com um pouco de medo, porque a gente que nunca viaja fica com medo. Mas, agora eu estou muito animada e espero me divertir muito”, explica.





Para a assistente social responsável pelo grupo, Cynthia Galvão Porto, o passeio irá proporcionar momentos de lazer, promover o fortalecimento dos vínculos entre eles, além de elevar a autoestima dos idosos. “Para muito deles essa é a primeira viagem de suas vidas”, frisa a profissional.

Legislação

O art. 3º da Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso) predispõe que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.




 CRAS Central

Criado no município em 2012, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Centro de Araçatuba desenvolve diversas ações para a comunidade promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de crianças com até 6 anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no domicilio para pessoas com deficiências e idosos.

Cerca de 360 famílias são atendidas mensalmente na unidade. O CRAS Centro fica na rua XV de Novembro, 275, e atende das 8h às 17h. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CRAS Centro é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

Crianças e Adolescentes do PETI recebem manhã de diversão

Texto: Camila Graziela
Passeio de charrete, futebol de campo, vôlei de areia, jogo de bete, de UNO, parquinho de diversões e brincadeiras diversas, fizeram a alegria da garotada


 Crianças e adolescentes atendidos pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) tiveram uma manhã recheada de brincadeiras e diversão. Eles foram levados para o Recanto Passatempo nessa quarta-feira (26), onde passearam de charrete, jogaram futebol de campo, vôlei de areia, jogaram bete (também conhecida como bétis, bétia ou taco), brincaram no parquinho de diversões e participaram de várias outras atividades. A ação foi promovida pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).



Segundo a assistente social Nayara Zaneratti Damico, o contato com a equipe do PETI fora do espaço do Programa permite observar o comportamento, a confiança e a autonomia dos atendidos. “Este momento é importante para fortalecer os vínculos entre os atendidos e a equipe do PETI, além de promover a socialização e valorização deles dentro da sociedade”, comentou Nayara.

O PETI

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil foi criado pelo Governo Federal há 18 anos com a finalidade de combater o trabalho infantil. O PETI foi implantado no município em 2001 e atende crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 15 anos que esteja exercendo qualquer tipo de trabalho que coloque em risco sua integridade física e seus direitos constitucionais.



Atualmente, a unidade atende 85 crianças e adolescentes, ofertando atendimento psicossocial, oficinas culturais, artísticas e artesanais, sócioeducativas, bem como ações que fortalecem sua permanência na escola. O PETI está localizado na rua Florêncio de Abreu, 932, no bairro Alvorada. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o PETI é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.


------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Gestantes assistidas pelo Município vão ao cinema

Texto e foto: Camila Graziela
A ação tem por objetivo promover o acesso à cultura, lazer, bem como a interação social e o fortalecimento de vínculos dentro da sociedade

‘Debi & Lóide 2’ foi o filme visto por 13 gestantes atendidas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do São José. A ida ao cinema do Araçatuba Shopping ocorreu no último dia 24 e teve direito a pipoca e refrigerante. Essa é uma das diversas ações que a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e seus programas têm executado para valorizar o cidadão araçatubense.



De acordo com a psicóloga responsável pelo grupo, Flávia Teruel, a ação tem por objetivo promover o acesso à cultura, lazer, sair do território do CRAS, bem como a interação social e o fortalecimento de vínculos dentro da sociedade. A dona de casa Daiana Graziela Rosa Silva, de 26 anos aprovou a iniciativa. Ela, que está no 5º mês de gestação do 3º filho, contou que esta foi a primeira vez que esteve num cinema.

“O CRAS é muito importante na vida da gente. Além de encontrarmos todo o apoio necessário, ele nos oferece oportunidades como a de hoje. Por questões financeiras acabamos dando prioridades para outras coisas e nunca sobra para o lazer”, comentou. Opinião semelhante teve Luana Cezário, 18. “No CRAS, nós gestantes recebemos todo tipo de orientação. Lá tem sido muito importante para mim e minha família”, relatou.


 O Filme

Os inseparáveis Lloyd Christmas (Jim Carrey) e Harry Dunne (Jeff Daniels) estão de volta! Vinte anos após sua última aventura, os amigos partem em busca da filha perdida de Harry, que acaba de descobrir que teve uma filha ilegítima. Harry precisa de um transplante de rim. Enquanto Lloyd tenta conquistar a sua mais nova paixão. No caminho, eles reencontram várias pessoas do passado e precisam aprender a lidar com responsabilidades que ainda não estão preparados para assumir. O filme é a continuação de Debi & Lóide- Dois Idiotas em Apuros de 1994.


CRAS São José

Criado no município em 2006, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro São José desenvolve diversas ações para a comunidade promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças de até 6 anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no domicilio para pessoas com deficiências e idosos.


O CRAS São José fica na rua Fundador Paulino Gato, 900, atende mensalmente cerca de 450 famílias, e funciona das 8h às 17h. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CRAS São José é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

Prefeitura promove palestra para marcar Dia Internacional de Luta Contra Violência à Mulher

Texto e foto: Camila Graziela
Estudos sociológicos apontam que não é somente a mulher que sofre com a violência, mas também o corpo familiar, fazendo com que isso se torne um ciclo de violência

Com intuito de chamar atenção para o dia 25 de novembro, data escolhida para marcar o Dia Internacional de Luta Contra Violência à Mulher, a Prefeitura de Araçatuba, por meio das Secretarias de Assistência Social (SMAS) e de Participação Cidadã (SMPC), realizou uma palestra sobre violência contra a mulher, na manhã desta terça-feira (25).

Organizado pelo Centro de Referência da Mulher (CRM), o evento ocorreu no Teatro Municipal Paulo Alcides Jorge. Estiveram presentes os secretários Marta Dourado (Assistência Social) e Alex Lapenta (Participação Cidadã); a presidente do Conselho Municipal da Mulher, Cidinha Lacerda, o vereador Rivael Papinha e a ex-titular da Delegacia da Mulher de Araçatuba, Ana Lúcia de Souza, palestrante do evento.

Conscientização

Marta Dourado destacou a importância de se fazer políticas públicas, quesito no qual, segundo ela, Araçatuba tem feito o dever de casa. “A violência se manifesta de várias formas, por isso é importante termos equipamentos como o CRM para acolher as mulheres vitimizadas da violência. E isso, graças ao prefeito Cido Sério. O CRM traz segurança para as mulheres que tiveram seus direitos violados”, disse a secretária.


O secretário Alex Lapenta ressaltou que estas datas servem de motivação para chamar as mulheres para dialogar e, com isso, promover uma reflexão sobre o tema. Cidinha Lacerda, por sua vez, disse que mais importante do que datas afirmativas de direitos como a de hoje, é conscientizar a sociedade e fazer com que o usuário tome posse dos equipamentos da rede de proteção. Na sequência, Ana Lúcia palestrou sobre o assunto.


Formas de violência

A palestrante abordou os diversos tipos de violência contra a mulher, que são a doméstica, a física, a psicológica, a moral e a sexual. “Temos que acabar com o mito de que em briga de marido e mulher não se mete a colher. Porque isso envolve muita gente”, comentou.

Ainda de acordo com Ana Lúcia, estudos sociológicos apontam que não é somente a mulher que sofre com a violência, mas também o corpo familiar, fazendo com que isso se torne um ciclo de violência. “A sociedade está despreparada para lidar com a violência. Por isso é importante estarmos aptos para interferir nesse processo de violência e cessá-lo”, frisou a profissional. Ao final, foi aberto espaço para que o público fizesse perguntas e tirasse eventuais dúvidas.



O evento teve como público-alvo os Agentes Comunitários de Saúde. Segundo o secretário Alex Lapenta, os agentes têm contato direto com a população. “Optamos por qualificar os agentes de saúde, por eles terem acesso às residências, pode ser um elo entre a mulher vítima de violência e o socorro”, explicou o secretário.

Segundo a secretária de Assistência Social, Marta Dourado, o CRM é parte essencial da rede de atendimento à mulher vítima de violência. “Este centro tem um papel importante também no enfrentamento e prevenção da violência, dando às mulheres atendidas suporte psicológico, social e jurídico”, disse a secretária.



Violência

Consta na cartilha do CRM que a violência contra a mulher é uma realidade mundial, estando presente em todas as culturas e em todos os lugares, não escolhendo raça, idade, classe social, nem religião, não respeita nenhuma condição e atinge toda a família. Além de uma violação dos direitos das mulheres, é também uma questão de saúde pública, pois em suas mais variadas formas, machuca as vítimas tanto física quanto psicologicamente.

A data de 25 de novembro de 1960 ficou conhecida mundialmente por conta do maior ato de violência contra mulheres. As irmãs dominicanas Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecida como “Las Mariposas”, que lutavam por soluções sociais de seu país, foram perseguidas, diversas vezes presas, até serem brutalmente assassinadas. Em 25 novembro de 1999, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu a data como o Dia Internacional de Luta contra a Violência à Mulher.

O CRM

O Centro de Referência da Mulher (CRM) Josymary Aparecida Carranza foi criado em Araçatuba em 2010, com o objetivo de acolher mulheres vítimas de violência e contribuir para que elas conquistem a autossuficiência e resgatem a autoestima. Localizado na rua Chiquita Fernandes, 615, no jardim Bandeiras, possui capacidade de atendimento variada. Atualmente, 58 mulheres são acompanhadas pelo CRM, que funciona das 8h às 17h.


Entre os serviços ofertados estão acolhimento, atendimento socioassistencial, atendimento psicológico e orientação jurídica. Ainda há oficinas de reflexão e encaminhamentos para outros programas da Rede de Proteção Social. Também fazem parte do trabalho do CRM visitas domiciliares, palestras de divulgação e contatos interinstitucionais, entre outras ações. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CRM é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

terça-feira, 18 de novembro de 2014

CREAS promove festa do sorvete para crianças

Texto e foto: Camila Graziela

Atendidos do Serviço de Enfrentamento à Violência participaram de brincadeiras e sorteio de brindes

A Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), realizou uma festa do sorvete para crianças e famílias atendidas pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). O evento ocorreu na sede do programa, que fica na Avenida dos Estados, 533, no Jardim Sumaré, e reuniu cerca de 100 pessoas na noite de segunda-feira (17).


Segundo o coordenador do CREAS, Edson Neves Terra Júnior, a festa promoveu a socialização entre os atendidos, além de propiciar momentos de lazer e diversão. “Estes momentos são muito importantes porque auxiliam no resgate dos vínculos familiares e também com a equipe do CREAS”, comentou.

Terra Júnior ressaltou ainda que por ser um serviço de enfrentamento à violência, o contato com a equipe técnica em espaço fora do ambiente de atendimento amplia a confiança da criança com os profissionais, facilitando o processo de acompanhamento de cada um.


Sorvetes, músicas, brincadeiras, sorteio de brindes, alegria e diversão deram o tom da primeira festa do sorvete que empolgou e agradou os convidados.


Depoimentos

Um garoto de 12 anos afirmou gostar muito do local e fez questão de falar. “Aqui é muito bom. Eles ajudam as pessoas, dão conselhos, nos levam pra passear e faz festinhas como essa pra nós. Aqui tem tudo que precisamos”, relatou o garoto. Opinião semelhante teve um adolescente de 15 anos. “Aqui é legal, nós nos divertimos e fazemos amigos”, comentou.


Já uma vigilante de 34 anos, que faz parte das famílias que passaram por violência, contou que há um ano chegou ao CREAS depois que o seu filho de nove anos sofreu abuso sexual. “O CREAS foi uma base pra gente se erguer. Por conta do que aconteceu com meu filho, tivemos que abandonar nossa casa porque fomos ameaçados. Fiquei morando de favor em casa de parentes. Hoje, meu filho está bem melhor. O trauma foi muito grande, mas aos poucos ele está se recuperando graças ao CREAS, que deu todo amparo para nós pais, também”, declarou.


O CREAS

Criado em Araçatuba em 2009, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) é direcionado para o atendimento de pessoas vítimas de qualquer tipo de violência. O Centro tem como objetivo fazer com que estas pessoas superem o trauma, e também rompam o ciclo da violência, por meio de atendimento psicossocial e jurídico. Atualmente, a unidade atende mais de 400 pessoas, e funciona das 8h às 17h30.

Localizado na avenida dos Estados, 553, no jardim Sumaré, o CREAS possui três frentes de trabalho: Serviço de Enfrentamento à Violência Contra o Indivíduo e sua Família (pessoas portadoras de necessidades especiais que sofrem violência), Serviço de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes e Serviço de Medida Socioeducativo (adolescentes que cometem atos infracionais). Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CREAS é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.



-----------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Idosos do CCI embarcam para Hotel Fazenda em Cardoso

Texto: Camila Graziela

Cada idoso recebeu um par de chinelos, protetores solares e bermuda de banho especialmente para a viagem

Eufóricos. Foi assim que os idosos do Centro de Convivência do Idoso (CCI) embarcaram na tarde de segunda-feira (17), para curtir dois dias de lazer e descanso em um Hotel Fazenda na cidade de Cardoso, a 170 quilômetros de Araçatuba. A ação foi promovida pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).


Dona Sofia da Silva, 78, afirmou estar muito ansiosa. “Eu mal consegui dormir essa noite, de tanta felicidade”, comentou. Já Hermenegilda Conceição Seixas, de 83 anos, era pura empolgação e disposição. “Pretendo até arrumar um namorado”, relatou.


Cada idoso recebeu um par de chinelos, protetores solares e bermuda de banho especialmente para a viagem. A coordenadora técnica do CCI, Sabrina Ferreira Chaves, explicou que o passeio serve para proporcionar momentos de lazer, além da promoção e valorização da qualidade de vida dos idosos

“Para muitos deles essa é a primeira viagem de suas vidas, a primeira vez que arrumaram uma mala. É um momento muito especial não só para eles, mas para todos nós da equipe do CCI, em vê-los tão felizes e participarmos desse momento único na vida deles”, concluiu Sabrina.


O art. 3º da Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso) predispõe que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. 




CCI

O CCI (Centro de Convivência do Idoso) é um espaço de atendimento e convivência social, voltado para a melhoria das relações sociais e afetivas do idoso, sua saúde e sua autoestima, evitando a institucionalização e garantindo a melhoria de sua qualidade de vida. O Centro oferece atendimento psicossocial, enfermagem e atividades diversificadas.


Inaugurado em maio de 2013, o CCI tem a finalidade de acolher idosos do município que vivem em situação de vulnerabilidade social. O equipamento fica na rua Jovita Militão Bonfim, 66, no bairro Chácaras Arco-íris. O local tem capacidade para atender 50 pessoas, com mais de 60 anos de idade, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CCI é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

701 famílias concretizam o sonho da casa própria e recebem as chaves do residencial Águas Claras 2

Texto e foto: Camila Graziela

Um sonho comum entre a maioria dos brasileiros: possuir a casa própria. 701 famílias concretizaram este sonho no sábado (15), quando a Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) em parceria com a Caixa Econômica Federal, entregou as chaves para os contemplados do Residencial Águas Claras 2.


GRANDE FESTA
Os moradores do novo bairro e convidados foram recebidos com uma grande festa em frente às casas do residencial. Muitos dos novos moradores não esconderam as lágrimas ao receberem a permissão para entrar em suas novas casas, realizando, assim, o sonho de uma vida inteira. A Orquestra Municipal de Sopros Bruno Zago abriu o evento.


A administração municipal foi representada pelo prefeito Cido Sério, pelo vice-prefeito Carlos Hernandes, pelos secretários municipais e servidores públicos. A Câmara foi representada pelos vereadores Rivael Papinha; Gilberto Batata Mantovani e Beatriz Soares Nogueira. A cerimônia contou ainda, com a presença de representantes da Caixa Econômica Federal e da Tecol Tecnologia, Engenharia e Construção Ltda.


Durante o discurso, o prefeito Cido Sério afirmou que não teve governo que fez mais casas como no seu mandato. “Desde que assumimos o mandato em 2009, nós entregamos 3.926 casas para pessoas que ganham até R$ 1,6 mil mensais. Onde é que as pessoas pagam até R$80 de aluguel no mundo inteiro? Graças ao governo federal nós podemos entregar sonhos hoje”, discursou o prefeito.


Já a secretária da SMAS, Marta Dourado, elencou todas as unidades habitacionais que foram entregues e, em uma soma rápida, ela concluiu que desde que o prefeito Cido Sério chegou à Administração, uma casa e meia foi construída por dia. “Esse governo não tem ainda completo seis anos. Só quem tem compromisso faz uma luta como esta. A esperança venceu o medo”, concluiu a secretária.


Para uma das contempladas Rosinéia Lapa, a entrega das chaves nesse dia foi especial e teve motivos para comemorar em dobro. É que ela completou 33 anos nesse sábado. “É o melhor presente de aniversário que já recebi em toda minha vida. Estou muito feliz e me mudo hoje mesmo”, afirmou. Rosinéia tem três filhos e pagava R$ 300 de aluguel em uma casa em Engenheiro Taveira. Agora ela pagará R$ 25 mensais na prestação de sua casa própria.


 Renata Cristina de Oliveira, 33 era pura alegria. Dançando enquanto lavava seu novo lar juntamente com seus três filhos, ela mal conseguia falar seu próprio nome de tamanha euforia. “É uma felicidade muito grande ter minha casinha”, comentou. Ela disse ainda, que já chegou morar debaixo da ponte.  

O novo bairro está localizado ao lado do bairro Verde Parque e faz parte do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, do Governo Federal. Cada casa tem dois quartos, sala estendida, cozinha e banheiro. Todos os cômodos possuem piso de cerâmica, com revestimento na cozinha e banheiro.


Também merecem destaque as áreas para quintal e garagem, um dos diferenciais do residencial Águas Claras. As unidades habitacionais contam, ainda, com sistema de aquecimento solar. O investimento para esta segunda etapa do Residencial Águas Claras 2 foi de R$ 39,9 milhões. As prestações serão de R$ 25,00 a R$ 80,00. 


A Tecol Tecnologia, Engenharia e Construção Ltda. é a empresa responsável pela construção do empreendimento. Este é o sexto conjunto habitacional para famílias com renda mensal de até três salários mínimos lançado pela Prefeitura de Araçatuba nos últimos cinco anos. Já foram construídas e entregues 3.926 moradias, nos residenciais Porto Real 1 e 2, Atlântico 1 e 2, Beatriz e Águas Claras 1 e 2.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3636-1260
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

CCI promove reunião com familiares dos idosos

Texto e foto: Camila Graziela

O encontro é mensal e tem por objetivo orientar, aproximar e informar os familiares sobre o que é desenvolvido no Centro

O Centro de Convivência do Idoso (CCI) promoveu na tarde de quinta-feira (13) reunião de grupo com a participação dos familiares dos idosos que frequentam a unidade. O encontro é mensal e tem por objetivo orientar, aproximar e informar os familiares sobre o que é desenvolvido no Centro.

“No encontro falamos especificamente da viagem que o CCI irá proporcionar para nossos idosos, até a cidade de Cardoso. Passamos todas as informações necessárias para os familiares”, relatou Bruna Rister Lemos, psicóloga do Centro. Os idosos vão passar dois dias em um Hotel Fazenda, a 170 quilômetros de Araçatuba. A saída está programada para o próximo dia 17.


Durante a reunião, foi exibido um vídeo, no qual os idosos relatam a importância do CCI e o quanto eles tiveram suas vidas transformadas. A secretária Elisabete Silva, filha de dona Sofia Augustes Silva, de 82 anos, integrante do CCI, relatou que viu sua mãe se transformar em outra pessoa depois que ela começou a frequentar o local.

“Minha mãe estava com depressão devido a morte do meu pai. Ela só vivia trancada dentro do quarto e não tinha mais vontade de viver. Hoje, ela tem o CCI na vida dela. Agora ela está vaidosa, alegre, não deixa de vir um dia sequer. Isso tranquiliza a nós, filhos, que trabalhamos o dia todo e sabemos que nossa mãe está em um ótimo lugar”, declarou Elisabete.



Opinião semelhante teve Roberto Batista, filho de dona Genice da Silva Batista, 61. “Eu tiro o chapéu para esta Administração Municipal por este programa. A minha mãe é outra pessoa. Aqui ela é mais feliz, mais comunicativa e vive de alto astral”, avaliou.


CCI

O CCI (Centro de Convivência do Idoso) é um espaço de atendimento e convivência social, voltado para a melhoria das relações sociais e afetivas do idoso, sua saúde e sua autoestima, evitando a institucionalização e garantindo a melhoria de sua qualidade de vida. O Centro oferece atendimento psicossocial, enfermagem e atividades diversificadas.

Inaugurado em maio de 2013, o CCI tem a finalidade de acolher idosos do município que vivem em situação de vulnerabilidade social. O equipamento fica na rua Jovita Militão Bonfim, 66, no bairro Chácaras Arco-íris. O local tem capacidade para atender 50 pessoas, com mais de 60 anos de idade, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CCI é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Integrantes dos CRAS e do Ação Jovem visitam 3º Feira de Negócios e Empreendedorismo do Senac

Texto e foto: Camila Graziela
A ação é importante para que os usuários conheçam novas profissões 
Beneficiários do Programa de Acompanhamento Integral à Família (Paif – Renda Cidadã) das cinco unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município e integrantes do Programa Ação Jovem visitaram na tarde de quarta-feira (12) a 3º Feira de Negócios e Empreendedorismo realizada pelo Senac. 

O grupo pode ver ações demonstrativas e apresentação de painéis desenvolvidos por alunos e docentes das áreas oferecidas pela unidade de Araçatuba. O objetivo do Senac com a feira é apresentar à comunidade o potencial de inovação dos estudantes e dos projetos desenvolvidos na unidade. Os visitantes puderam conferir o propósito de trabalho e atividades relacionadas a cada profissão.
Jenifer Pâmela Lima de Oliveria, de 16 anos, que integra o Programa Ação Jovem, aprovou a iniciativa. “Isso é bom porque inspira a gente a escolher uma profissão e nos dá uma noção de como é cada uma”, comentou a jovem.

Um dos locais mais disputados para a visitação foi a sala de estética. Os visitantes receberem informações sobre a especialidade, e depois, ganharam uma limpeza de pele facial.  A jovem Isabela de Freitas Monteiro, 17, também integrante do Programa Ação Jovem, ficou interessada na atividade. “Eu gostei bastante de ver como funciona o curso de estética. Estou até pensando em fazer o curso”, afirmou Isabela.

Segundo a psicóloga Marcela Gois, responsável pelo grupo do CRAS Central, a ação é importante para que os usuários conheçam novas profissões. Esta é uma maneira de incentivá-los para buscar a profissionalização, bem como o resgate da autonomia e geração de renda”, explicou Marcela.
CRAS
Os cinco Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) desenvolvem ações para a comunidade com a finalidade de promover autonomia, autossuficiência e auxiliar na geração de renda, principalmente das mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade e risco social. Têm como princípios norteadores garantir aos usuários as seguintes aquisições: Segurança de Acolhida, Segurança de Convívio Familiar e Comunitário e Segurança de Desenvolvimento da Autonomia. As unidades atendem das 8h às 17h.

Ação Jovem 
Implantado no município em 2005, o Ação Jovem é um programa cujo objetivo é estimular o jovem a concluir o ensino médio e também visa proporcionar o acesso a cursos profissionalizantes e favorecer a inserção do jovem no mercado de trabalho. Mantido pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), em parceria com o Governo Estadual, o programa oferece atividades socioeducativas e uma bolsa-auxílio de R$ 80,00. 

Localizado na rua XV de Novembro, 341, no Centro, o local atende atualmente 279 jovens, com idades entre 15 e 24 anos, cuja renda familiar é de até meio salário mínimo por pessoa. Funciona das 8h às 17h. Para participar, além da idade, o participante precisa estar matriculado e frequentando o ensino fundamental, médio ou a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o Ação Jovem é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
----------------------------------------------------------------------- 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Oficinas de dança são sucesso no CRAS do Umuarama

Texto e foto: Camila Graziela

Unidade oferece aulas de jazz, dança de salão, pilates balé, balé infantil, ritmos com condicionamentos físicos e zumba

Com objetivo de possibilitar acesso à cultura por meio da dança, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Umuarama, oferece diversas oficinas de dança para seus usuários. Nessa terça-feira (11), por exemplo, houve ritmos com condicionamentos físicos.


A monitora de dança Jaqueline Pinheiro Balera explica que esta modalidade trabalha o condicionamento físico, por meio da dança e, para isso, utiliza de diversos ritmos musicais brasileiros como sertanejo, pagode, axé, funk, entre outros. “Entre as coreografias eu passo uma bateria de exercícios e, com isso, elas ganham resistência física, coordenação motora, além da perda de peso”, relata Jaqueline.

Ela ressalta também que a dança em geral trabalha a parte psicológica, social e emocional, melhorando o ritmo, a musicalidade, a amplitude dos movimentos, além da capacidade respiratória atuando no controle da pressão arterial e obesidade. As aulas ocorrem toda terça-feira nos dois períodos do dia, com uma hora de duração.


 A dona de casa Fabiana Almeida Lorete, 31, moradora do Cowntry Ville, relatou que tem se sentido melhor depois que começou fazer a atividade. “Eu me sinto melhor, mais bonita. Tenho mais disposição e a minha saúde melhorou. Aqui é muito bom”, comenta animada.

A pequena Laila Letícia Tavares, 10 anos, contou que por ser hiperativa não conseguia dormir. “Depois que eu comecei frequentar as aulas aqui no CRAS eu consigo dormir”, declara a menina. Ela frequenta também, as aulas de dança de salão, balé e natação todas oferecidas pelo CRAS gratuitamente.



A unidade oferece também aulas de jazz, dança de salão, pilates balé, balé infantil e zumba. As oficinas são abertas para toda a comunidade que abrange o território do CRAS. Para participar basta ser cadastrado na unidade.

CRAS UMUARAMA

Criado no Município em 2006, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Umuarama desenvolve diversas ações para a comunidade, promovendo a concretização dos direitos constitucionais e fortalecimentos de vínculos afetivos, relacionais e comunitários. Tem como principais ações o Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças com até seis anos de idade e Serviço de Proteção Social Básica no domicilio para pessoas com deficiências e idosos.


O CRAS Umuarama fica na rua Célio Rodrigues de Araújo Cintra, 788, atende mensalmente cerca de 430 famílias e funciona das 8h às 17h. Juntamente com outros 15 programas da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, o CRAS Umuarama é gerido pela Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates (AAERP) desde o dia 23 de abril de 2014.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6500
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------